Robert Pattinson e David Cronenberg em entrevista para rádio francesa

Robert Pattinson deram uma entrevista para o programa de rádio France Inter, onde falaram sobre seus dois trabalhos juntos, Maps to The Stars e Cosmpolis, e a parceria que parece ter dado muito certo para ambos.

Ouça abaixo – a partir de 1:00 minuto – e acompanhe a tradução.

Ele contracena em dois filmes em Cannes, The Rover, do australiano David Michôd. Em um mundo catastrófico, ele interpreta uma espécie de assaltante ingênuo e um pouco machucado.
Robert:
Eu acho que é meio engraçado, eu faço e eu gosto de filmes estranhos, e aquelas meninas que gritam quando forem ver The Rover. É meio hilário.

O outro filme em que Robert Pattinson contracena está em competição para a Palma de Ouro em Cannes, Maps To The Stars de David Cronenberg.
Sim, em Maps to The Stars ele interpreta um motorista de limousine que sonha em se tornar um ator. Um papel secundário, mas não se preocupe, foi Cronenberg que, há dois anos, decidiu dar-lhe o papel principal em Cosmopolis, apresentado no Festival de Cannes também, e o deixou praticar o seu crescimento como ator.
Cronenberg: Eu gosto de levar o crédito por isso. Ele era um ator muito, muito subestimado, mas eu sabia que ele era talentoso. Meu instinto me disse que ele tinha uma estrela antes de ter a chance de provar que ele é um ator de verdade. Digo, é como quando deram a Palma de Ouro para Rosetta – todos falaram que foi terrível e agora os Dardens continuam voltando aqui e os atores tem uma grande carreira. Isso é quando você sabe que seu instinto está certo, o que, é claro, faz você sentir-se muito bem.

Robert Pattinson então, expressa toda a sua gratidão para com Cronenberg.
Robert: É só alguém que acredite em você. Alguém que você realmente respeita, e que faz com que você pense sobre si mesmo de forma diferente depois de tudo. Sempre fui bastante ambicioso quando eu era mais jovem, mas depois de Cosmopolis você meio que se sente como se tivesse cumprido essas ambições e posteriormente você acredita em si mesmo um pouco mais.

Via | Tradução: Milla Correa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo