O sistema de streaming da HBO, já existente faz algum tempo nos Estados Unidos, chega ao Brasil no próximo dia 29 de junho! A plataforma terá produções da Warner Bros além de séries originais da HBO. Para fãs do Robert Pattinson a HBO MAX é um prato cheio;
– Toda série Harry Potter já estará disponível no catalogo, você poderá ver Rob com Cedric Diggory no 4º e 5º filme da saga.
TENET, o filme mais recente com Rob e vencedor do Oscar de Melhores Efeitos Visuais, também estará na HBO MAX.

No futuro:
O contrato de exclusividade que Robert Pattinson assinou com a Warner também envolve produções da HBO MAX! Podemos esperar projetos produzidos por ele disponíveis exclusivamente no sistema de streaming.
The Batman será exclusivo na plataforma dois meses após seu lançamento no cinema, previsto para 04 de março de 2022. A série derivada do filme, sobre a polícia da Gotham, é uma produção original da HBO MAX que pode contar com a participação de Rob.

Quem quiser garantir sua assinatura, os valores vão de R$19,90 – R$28,00 mensais com desconto no plano anual. Acesse: HBOMax Brasil
!


Todos os anos desde 2013 (exceto no ano passado), a DC Comics lança um guia, o  DC Essential Graphic Novels, destinado a livrarias e bibliotecas, é uma chance de apresentar aos novos leitores as HQs da editora que estão disponíveis para compra. DC Essential Graphic Novels, portanto, torna-se uma maneira de ver o que a DC Comics pensa sobre si mesma e o rosto que eles oferecem ao público. E, a edição lançada essa semana pulou um ano (2020). Portanto, eles têm muito que mostrar.

Algo muito interessante foi que podemos claramente ver o Batman de Robert Pattinson na capa do guia! O morcego aparece lendo a HQ “Arlequina Harleen: Livro Um” no canto. Além de “Battinson” a capa mostra claramente a Arlequina de Margot Robbins e a Mulher Maravilha de Gal Gadot, com a armadura dourada de Mulher Maravilha 1984, figuras já consagradas nos filmes da DC.

Isso marca uma das primeiras aparições de Robert em produtos oficias da DC Comics como o principal Homem Morcego da editora.

The Batman está previsto para lançar em Março de 2022.

 

fonte: bleedingcool 


O The Seattle Film Critics Society (SFCS) anunciou nessa segunda-feira, 15 de fevereiro, os vencedores do  SFCS Awards em 20 categorias. TENET levou duas delas;

  • Melhor Coreografia em filme de ação
  • Melhores Efeitos Visuais

O filme já soma 27 prêmios e mais de 70 indicações nessa temporada (incluindo o Globo de Ouro). Sendo que, nas categorias de melhor fotografia, efeitos visuais e trilha sonora, TENET levou quase todas que foi indicado. Isso deixa ótimas expectativas para a premiação do Oscar!

TENET já está na lista de pré indicados da maior premiação do cinema Americano (os Oscars) e da maior premiação do cinema britânico (BAFTA)

 

 


O BAFTA – British Academy Film Awards, maior premiação do cinema britânico, divulgou nessa quinta – feira, 04/02, sua “longlist” com os semifinalistas da sua 74ª edição.

A conhecida “longlist” do BAFTA apresenta os candidatos elegíveis para premiação com base nos filmes que foram enviados para “consideração”. Os três últimos lugares de cada categoria foram escolhidos por um júri diversificado com 12 profissionais da indústria, os demais foram escolhidos por 10 membros específicos do júri. Para escolher os 5 finalistas de cada categoria, um novo júri votará e anunciarão os indicados no dia 9 de março, apenas para escolher o vencedor que todos os grupos de júri se reúne para voto.

TENET é semifinalista em 7 categorias:

  • Melhor Diretor
  • Melhor Fotografia
  • Melhor Edição
  • Melhor Trilha Sonora Original
  • Melhor Design de Produção
  • Melhores Efeitos Visuais
  • Melhor edição de Som

Tenet tem grandes chances de ser indicado e estar entre um dos 5 finalistas que vão concorrer as BAFTA na cerimônia que acontece no dia 11 de abril.


O próximo filme solo do Morcego de Matt Reeves, The Batman, estrelado por Robert Pattinson, deve finalmente terminar a produção em março.
Reeves assumiu como diretor e roteirista do ex-Batman Ben Affleck, depois que a estrela decidiu deixar o papel após questões pessoais. Robert Pattinson foi contratado para assumir o papel em um filme que Reeves descreveu como “o tempo após o primeiro ano de Bruce Wayne como Batman, mas antes de ele se estabelecer como um grande vigilante em Gotham”.
Pattinson se tornará o Batman cinematográfico primário da DC, mesmo que ele não faça parte do DCEU. Tanto Affleck quanto o ex-Batman Michael Keaton estão retornando para The Flash, que apresentará o multiverso DC. A produção do filme ( The Batman) começou em 27 de janeiro de 2020, há um ano, mas foi interrompida em março pela pandemia do coronavírus. A produção só começou novamente no final do verão no Reino Unido, e foi novamente interrompida quando Robert Pattinson retornou um teste COVID positivo. Desde então, o filme não teve relatos de interrupções nas filmagens e foi autorizado a continuar a produção no Reino Unido, apesar do atual isolamento social restrito no país.
Agora, um relatório do Screen Daily da Grã-Bretanha diz que a produção de The Batman está finalmente perto do fim. De acordo com o relatório, a Warner Bros. confirmou que o filme está programado para terminar em março, quase 14 meses após o início da produção. Esse cronograma obviamente depende da produção permaneça “COVID-Free”
Positivos recentes no set têm sido poucos e distantes entre si em toda a indústria, então as chances de The Batman permanecer dentro do cronograma são altas. Isso dá à equipe um ano inteiro para trabalhar na pós-produção antes da data de lançamento atual do filme, 4 de março de 2022. Com a linha de chegada à vista, o elenco e a equipe devem estar ansiosos para a conclusão da produção depois de mais de um ano no Batman. Isso incluiu uma longa pausa, mas a produção ainda deve ter parecido uma maratona, rivalizando com a duração da produção de filmes como Olhos bem fechados de Stanley Kubrick, que durou tanto tempo que Nicole Kidman, membro do elenco, conseguiu deixar o país enquanto em modo de espera, e a trilogia O Senhor dos Anéis de Peter Jackson.
Quanto ao lançamento do filme, esperançosamente o mundo terá voltado ao normal em março de 2022, permitindo que The Batman tenha um lançamento tradicional no cinema. Do contrário, como um filme da Warner Bros., o morcego poderia sofrer o mesmo destino que o outro filme da DC, The Suicide Squad, ao ser lançado no mesmo dia na HBO Max. Esperamos que não seja o caso, já que o teaser trailer de The Batman lançado por Reeves no ano passado deixou claro que este é um épico de super-heróis que precisa ser visto nos cinemas!

Matéria por Daniel Gillespie ao screenrant.com
Tradução por Amanda Gramazio


O People’s Choice Awards é uma premiação anual americana que existe desde 1975. Atualmente comandada pela canal E!, o PCA’s se baseia em uma votação online para eleger os favoritos do público em geral no setor de entretenimento. Os indicados da edição de 2020 foram anunciados nessa quinta-feira, 1º de outubro, e TENET, novo filme de Christopher Nolan com John David Washington e Robert Pattinson, foi indicado em DUAS CATEGORIAS: FILME DE AÇÃO DE 2020 e ESTRELA DE AÇÃO DO CINEMA DE 2020 – John David Washington, pelo seu papel como o ” Protagonista” em Tenet!

Existem DUAS maneiras de votar em Tenet:
Pelo Twitter: Tudo que você precisa fazer é tweetar com as hashtags #Tenet #TheActionMovie #PCAs ! Entrando na nossa conta do Twitter, estamos fazendo mutirões diários para votação!

Pelo site do PCA’s: você pode votar 25 vezes por dia de uma vez só!
Acesse: pca.eonline, selecione “TENET”
Arraste a barra para o lado até selecionar 25 votos. Faça o login, é super rápido, você apenas precisa fornecer um e-mail, não é necessário criação de senha. Veja aqui as imagens de como estão dispostos os campos para votar, clicando aqui, aqui e aqui.

Prontinho! O mesmo processo vale para votar em nosso protagonista John D Washington! No twitter use as tags: #JohnDavidWashington #TheActionMovieStar #PCAs . No site, acessando esse link aqui e votando.

A premiação será no dia 15 de novembro, seguindo os mesmos padrões do “novo normal” das premiações.

Robert já foi indicado e vencedor do People’s Choice Awards algumas vezes, ao longo de sua carreira! Em 2012, o ator recebeu o prêmio, em nome de toda equipe, do filme Água para Elefantes, que levou na categoria Melhor Filme de Drama 2012.


Todos nós fomos pegos de surpresa, da pior forma possível, quando recebemos, na última quinta-feira, a notícia que Robert Pattinson testou positivo para COVID-19 e ficará em isolamento domiciliar por duas semanas.

Não temos informações sobre o estado de saúde do Robert mas, com objetivo de mandar boas energias para ele, fãs ao redor do mundo estão se reunindo para fazer doações a GO CAMPAIGN em nome do ator! Infelizmente, a GO CAMPAIGN recebe suas doações em dólar, dificultando a contribuição de nós, brasileiros, graças a variação cambial. Pensando nisso, nós do RPBR resolvemos reunir essas doações em uma conta única e doaremos para a GO CAMPAIGN representando todos os fãs brasileiros, em nome do Robert! Nesse post, vamos explicar como irá funcionar e como você poderá participar:

A GO CAMPAIGN & ROBERT PATTINSON:
A GoCampaign é uma instituição americana que ajuda crianças carentes ao redor mundo. O foco de seus projetos é ajudar instituições locais que não recebem tanta atenção, chamadas de “local heroes“. No site da campanha, a definição de seu lema é descrito assim: “Acreditamos que toda criança merece o direito à oportunidade. Oportunidade de educação, assistência médica, abrigo, comida e água potável, enriquecimento … para uma chance justa na vida.”

Anualmente é realizado GO Gala, evento para arrecadação de fundos, geralmente, por meio de um leilão. Foi nesse leilão, lá em 2012, que Robert se envolveu pela primeira vez com a instituição. Foi leiloado um meet & greet, no set de Saga Crepúsculo: Amanhecer, com o Robert, no intuito de arrecadar dinheiro para a construção de um centro educacional feminino no Camboja. Após isso, o ator frequentou o GO Gala anualmente, vindo se tornar o primeiro embaixador de instituição em 2015.

Em 2019, Robert declarou no GO Gala, daquele ano, que sua admiração e respeito pela Go Campaign vinha do fato que ele podia confiar que os valores estavam sendo direcionados para quem realmente precisava. Esse ano, devido a pandemia, o GO GALA será um evento online, no dia 17 de outubro. Robert é presença confirmada!

Veja a seguir, uma entrevista, legendada por nossa equipe, no qual Robert falou sobre a instituição e sua importância:

WeGOForRob e arrecadação do RPBR:
Já é tradição, entre as fãs do Robert, fazer uma doação para a GO CAMPAIGN no aniversário do ator (13 de maio). Devido a condição do Robert, esse ano a campanha terá uma segunda edição! Funcionará da seguinte maneira:

O RPBR abriu uma conta no PicPay e você pode doar QUALQUER VALOR! Nós vamos fazer a arrecadação até o dia 1º de outubro de 2020. Nesse dia, vamos trocar o valor arrecadado de reais para dólar e doar para a GO CAMPAIGN, em nome de todos os fãs brasileiros do Rob! Esperamos que essa ação ajude as crianças dessa instituição tão importante para ele e, assim, gerar uma onda de energia boa e positiva!

CONTA DO PICPAY PARA DOAÇÃO: clique aqui.

Se você tiver qualquer dúvida, basta entrar em contato em qualquer uma de nossas redes sociais ou e-mail de contato. Fiquem atentos, principalmente, no nosso twitter, onde vamos sempre atualizar os valores e encaminhar o comprovante da doação, assim que ela for efetuada!

IMPORTANTE: Absolutamente 100% do valor arrecadado será doado para instituição! Nossa equipe está apenas organizando a ação! Nenhum valor será usado por nós ou repassado para o Robert!

AGRADECIMENTOS: À nossa parceira da Slarkin Store, que está recebendo e organizando as doações e a Robert Pattinson Portugal pelo apoio na campanha e ajuda com as informações sobre Robert e a GOCampaign.

Para maiores informações sobre a GO CAMPAIGN, acesse o site da instituição, clicando aqui.


Robert Pattinson é capa da revista Bilan Luxe deste mês e concedeu uma entrevista bem interessante sobre a sua carreira. No ano passado, durante uma entrevista para a Inquirer, ele revelou um fato até então desconhecido pelos fãs, ele disse ter sido diagnosticado com TOC (Transtorno Obsessivo-Compulsivo), e falou um pouco mais a respeito de como se sente com relação à isso. Veja à seguir os scans e a tradução completa da entrevista.


x  SCANS > INTERNACIONAIS > 2020 > JULHO 2020 – BILAN LUXE

“Robert Pattinson se tornou uma estrela do cinema mundial após ter participado saga “Crepúsculo”. No entanto, há dez anos ele tem feito outros filmes que, apesar de serem ótimos, muitas vezes passam despercebidos pelo público em geral. No entanto, ele pretende transformar sua imagem de “galã” transmitida pela saga dos vampiros. Henry Arnaud, de Los Angeles.”

“High Life”, de Claire Denis, “Good Time”, dos irmãos Safdie, até o mais recente “The Lighthouse”, com Willem Dafoe, que acaba de ser lançado em DVD/Blu-ray, como muitos filmes independentes que não seriam financiados se a atração principal não fosse Pattinson. Aos 34 anos, o ator britânico decidiu voltar aos sucessos de bilheteria com “Tenet”, de Christopher Nolan, aguardado com ansiedade pelos cinemas que esperam que as multidões retornem o quanto antes. Ele também foi escolhido para interpretar Batman, cujas filmagens pararam subitamente após a pandemia do Covid-19. O ator concedeu uma entrevista exclusiva a Bilan Luxe para falar sobre sua carreira, seus projetos e sua paixão pelas artes em sentido amplo, e mais particularmente sobre Salvador Dalí, que o inspirou muito jovem no início de sua carreira.

Você é uma das estrelas do sucesso de bilheteria mais esperado do verão, Tenet. Você acha que o filme conseguirá trazer os espectadores de volta aos cinemas?
Se existe uma pessoa que é capaz de atrair multidões, essa pessoa é Christopher Nolan! Fizemos a divulgação em tantos países diferentes que às vezes eu me esquecia em qual país eu estava. Nolan é único na sétima arte. Ele escreve seu projeto como se fosse um filme de autor, mas ele tem enormes orçamentos de dezenas de milhões de dólares para transformar sua história em um grande show! Você precisa de uma tela enorme ou de uma sala Imax para apreciar “Tenet”.

O que podemos esperar de “Tenet”?
Chris Nolan é o diretor mais misterioso que eu conheço. E sou incapaz de não contar um filme quando eu o promovo. Mas dessa vez tive ordens de não dizer nada. O legal de “Tenet” é que eu não entendi nada da primeira vez que li o roteiro, então eu apenas decorei as minhas falas (risos).

Você será o novo Batman de Matt Reeves, cujo lançamento está agendado para 2021. O que você fará para tornar sua versão do homem morcego diferente da de Christian Bale ou mesmo de George Clooney, por exemplo?
Bale fez um trabalho incrível, porque ele trabalha com o Batman há anos. A vantagem é que meu rosto ficará coberto a maior parte do tempo, por isso é tudo sobre minhas ações. Eu tenho uma ideia de me diferenciar do Batman anterior, mas teremos que voltar a produção para ver se funciona.

Muitos grandes atores precisam incorporar seu personagem durante as filmagens. E você?
Não preciso viver na pele de um personagem 24 horas por dia, mas gosto de me isolar. Nos últimos anos, desfruto cada vez mais da solidão. Isso me impede de mostrar meu TOC para todo mundo (risos). Fui diagnosticado quando era mais jovem com transtorno obsessivo-compulsivo, por isso tenho tendência a gostar da solidão, o que pode parecer contra-intuitivo nesse trabalho. A única preocupação é que quanto mais eu me isolo, mais eu sinto vontade de enlouquecer. Quando eu era jovem, fiz coisas estúpidas, pensando que era necessário para o meu papel, como por exemplo chegar bêbado no set de “Água para os elefantes” – com Reese Witherspoon – porque meu personagem estava bêbado na cena. Foi horrível. Fiquei tão paranoico que senti que toda a equipe estava me julgando por ter feito aquilo. Eu pensei que ter uma boa dose de álcool me tornaria mais incrível.

Você fez vários filmes de autores após o final da saga “Crepúsculo”. Foi uma escolha artística quebrar sua imagem?
É mais ou menos isso. É uma sensação estranha assistir a cada um de seus papéis quando você faz parte de uma franquia de sucesso. Também me disseram que eu não podia cometer erros na minha carreira e eu quis quebrar essas expectativas. Se meu nome nos créditos permitiu atrair espectadores para ver filmes de autores como os de David Cronenberg ou Anton Corbijn, por exemplo, isso é ótimo pra mim.

Como você escolhe seus projetos?
Sempre começa com o diretor. Se eu vejo um filme que acho especial, isso me perturba e me faz querer conhecer o diretor… que muitas vezes também é o autor de seu roteiro. Sou proativo em minha carreira. Muitas vezes sou eu quem entra em contato com um artista para oferecer meus serviços. Se tomarmos o exemplo de “The Lighthouse” no ano passado, vi o filme de terror de Robert Eggers “The Witch” quatro anos atrás. Quando descobri que era seu primeiro trabalho, pedi imediatamente para conhecê-lo, porque ele realmente tem um olho diferenciado para o cinema. Nós trabalhamos em outras duas ideias de roteiro que não foram divulgadas até termos a ideia de “The Lighthouse”. Esta câmera em preto e branco em um farol na costa atlântica no século 19 é como um OVNI. Um trabalho original, perturbador e sombrio como eu gosto.

Se eu pedir para você falar sobre arte, qual é o primeiro artista que vem à mente?
O primeiro nome que vem à mente quando se fala em arte é o de Salvador Dalí. Eu descobri esse grande artista aos 20 anos enquanto me preparava para o filme “Little Ashes”. Eu tinha visto algumas de suas obras na minha juventude, sem nunca me interessar pelo homem por trás do artista extrovertido. Dalí me ensinou a amar a arte em todas as suas formas, porque ele era um gênio, pronto para enlouquecer por sua arte.

O que obtemos da experiência de interpretar um grande artista em um filme?
Como Dalí, espero não ter medo do desconhecido, não ter medo de perturbar ou chocar as pessoas com minhas escolhas artísticas e, principalmente, não me importar com os críticos. “Little Ashes” foi filmado em várias regiões da Espanha. Eu era o único em toda a equipe que não falava espanhol. Minha mentalidade jovial na época foi forçada a se adaptar ao ambiente de todos esses latinos, o que era perturbador, mas era ótimo. Quanto mais eu tenho medo de interpretar um papel ao ler o roteiro… mais ele me atrai!

O que você aprendeu quando atuou como Dali?
Eu aprendi a ousar. Em um nível artístico muito mais pessoal, aprendi que é impossível simular a masturbação na frente de uma câmera (Rob ri). Essa cena foi escrita no roteiro e comecei fingindo falta de timidez, e então a alma de Salvador entrou no meu corpo e eu a soltei. Dalí teria adorado essa resposta se ainda estivesse conosco. Tenho certeza!

Na sua infância, pintura, escultura ou qualquer outra forma de arte o atraiu?
Além das aulas de pintura e expressão artística na escola primária, você quer dizer? (Risos) A sétima arte me atraiu muito jovem, mesmo que eu tivesse outras ideias em mente, mas estava ainda mais interessado em escrever discursos políticos. Pode ser uma surpresa, mas no ensino médio eu tinha planos de ir para a universidade e me envolver em política. E então, todas as minhas belas ideias e boas soluções desapareceram com a chegada de “Harry Potter”. Quando terminei meus estudos, descobri outra coisa que exigia muito menos trabalho de casa (piscadela, nota).

Que formas de arte você gosta agora?
A música é certamente a arte que mais gosto, porque abri minha mente para diferentes gêneros. Isso pode mudar dependendo da minha preparação antes de gravar um filme, mas eu ouço muita música clássica, ela tem o poder de me relaxar, mas também de clarear a minha cabeça para me concentrar na leitura de um roteiro, por exemplo.

Ainda falando sobre o assunto “TOC (Transtorno Obssessivo Compulsivo)” que Rob mencionou nessa entrevista, a Amanda Gramazio da Equipe RPBR fez algumas perguntas para a psicóloga Dra. Bianca Nannini, que nos deu mais informações a respeito do assunto. Leia à seguir.

Existe vários tipos de TOC?
Existe uma doença chamada TOC (transtorno obsessivo compulsivo) que pode se manifestar de diversas formas diferentes, de pessoas pra pessoa. Como o próprio nome já diz, o toc é um transtorno caracterizado por um padrão de comportamento compulsivo, ou seja, que se repete de maneira que a pessoa não tem controle sobre isso. Em alguns casos, esses comportamentos são mentais, ou seja, pensamentos que a pessoa não consegue controlar, por exemplo, medos irracionais, ficar preso no mesmo ciclo de pensamento, e etc. Existem casos que esse comportamento ultrapassa a esfera do pensamento e ganha vida nas ações também, que normalmente são os casos mais popularmente conhecidos. Aí os exemplos são imensos, porque como já dito, a manifestação varia de pessoa pra pessoa… Um bem comum de exemplificar é a pessoa que precisa lavar a mão várias vezes, a que tranca a porta de casa duas vezes, uma pessoa que só consegue andar do lado direito da calçada… E existem também as pessoas que vão apresentar as duas manifestações, tanto no pensamento como nas ações também.

O tratamento é pra sempre ? Existe um momento que ele pode ficar “ curado”?
Não tem como a gente falar se o tratamento é pra sempre ou não, porque cada caso é um caso, e cada caso é tratado de um modo… Existem casos, por exemplo, em que a pessoa consegue reconhecer que o comportamento dela é irracional. Que se ela parar de andar do lado direito da rua, nada de mal vai acontecer com ela, e ainda assim, mesmo tendo consciência disso, ela não consegue parar porque isso gera um mal estar enorme. Mas também tem pessoas que não tem essa consciência, então como já dito, cada caso é um caso. É difícil falar em cura, então a gente prefere dizer que o tratamento é um modo de ajudar o paciente a conseguir controlar o toc, e a ter episódios menos graves e incapacitantes, de modo a contribuir pra uma melhora na qualidade de vida dele…

Qual a relação do TOC com a ansiedade? (Fizemos esta pergunta porque o Robert sofre dos dois)
O TOC, na realidade, é um transtorno psiquiátrico de ansiedade… O que difere de uma transtorno de ansiedade generalizada é o fato de que no TOC, essa ansiedade é caracterizado pelos comportamentos compulsivos. Vamos pensar assim, a pessoa com TOC acredita, por exemplo, que se ela não seguir uma série de coisas, algo ruim vai acontecer… E ela só consegue se acalmar se faz isso. Se a característica mais marcante do TOC de um paciente é lavar a mão cinco vezes, enquanto ela não lavar a mão cinco vezes, ela vai ficar nervosa, e os sintomas de ansiedade só vão desaparecer quando ela lavar as mãos cinco vezes… Esses últimos casos, em que a pessoa só consegue aliviar a ansiedade quando coloca em prática o comportamento, normalmente são os mais graves. Mas os mais leves, onde a pessoa consegue se controlar e não emitir os comportamentos, ainda assim são perpassados por sintomas de ansiedade.

Deixo aqui, o nosso agradecimento à Dra. Bianca por ter gentilmente respondido às nossas perguntas. E pra quem quiser conhecer mais o trabalho dela, basta segui-la em suas redes sociais instagram (@psiconannini) e twitter (@biasnannini)