Confiram alguns trechos do que críticos britânicos disseram sobre Eclipse. Para ler as críticas por completo, clique aqui.

Empire
Os três cantos do triângulo amoroso parecem mais afiados do que antes: a atriz mais realizada, Stewart, que ainda morde os lábios, Lautner que continua bombado, e Pattinson que ainda não se livrou aquele beicinho ardente. Mas tudo nos personagens cresceu, o corte solto num filme que (ainda bem) contorna o melodrama dos anteriores.

Film4
Veredito: Melhor do que os outros dois anteriores, mas não se valoriza, Eclipse é sobre lobisomens sem camisa, abstinência de vampiros e desejo adolescente, com o diretor David Slade fazendo um orçamento mais generoso.

Telegraph
É difícil bater os filmes de Crepúsculo, com seus efeitos especiais e a hiper ventilação adolescente – mas os sentimentos que vem através deles são honestos o suficiente – apenas com a sua medida romântica masoquista antiquada de um sonho adolescente. Com dentes afiados.

The Mirror
O veredito: Os fãs podem ficar descansados – esta terceira parcela da série conseguiu obter o equilíbrio entre o romance e o sobrenatural com emoção certa. A mistura de dentes, fantasia e flerte funciona perfeitamente e o filme tem bilheteria.

Tradução: Sheila Andrade e Desirée