Robert Pattinson em “Lições de Química: Os casais mais quentes das telas”

Robert Pattinson foi incluso na lista de “Lições de Química” do Ivillage que lista os casais mais quentes das telas, não uma, mas duas vezes!

Robert Pattinson e Reese Witrherspoon “Water for Elephants”

Esta deve ser difícil de escutar, Twihards, mas o romance de Robert Pattinson e Reese Whiterspoon, vai fazer Bella e Edward correrem atrás do prejuízo. Interpretando um estudante de veterinária, em busca de uma aventura na década de 30, RPatz se junta a um circo itinerante e se apaixona pela maravilhosa estrela do show (Witherspoon, claro). Um pequeno detalhe: Ela é casada com o treinador de animais (Christoph Waltz), que não é tão entusiasmado com o amor, como o resto de nós. Mesmo se você é daqueles que acha que Kristen Stewart é a única para Rob (nas telas e fora delas) você tem que admitir que Pattinson e e Whiterspoon fizeram um belo par. Basta olhar para a saudade em seus olhos!

Robert Pattinson e Kristen Stewart “Crepúsculo”

Desde Entrevista com o Vampiro com Brad Pitt até True Blood com Alexander Skarsgard, os vampiros sempre possuíram um charme a mais por sua eterna juventude e sua insaciável sede por sangue. O casal da vida real e de Crepúsculo, Robert Pattinson e Kristen Stewart se tornam amantes sedutores, devido a toda inocência e pureza de sua profunda paixão. Quando eles dão o primeiro beijo, você deseja que fosse você. Não é nenhuma surpresa que eles tenham ganhado no segundo Annual iVillage Entertainment Awards o prêmio de Sexiest Onscreen Chemistry (Química mais sexy das telas).

Fonte | Tradução: Andressa

Um comentário sobre “Robert Pattinson em “Lições de Química: Os casais mais quentes das telas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo