O Robert Pattinson Brasil é um site sem fins lucrativos criado em 2008 de fãs para fãs, e que reúne diversos conteúdos sobre o ator e sua carreira. Todo conteúdo aqui disponibilizado foi desenvolvido pela nossa equipe, portanto, ao fazer uso de algum de nossos materiais, por favor, credite. Viu alguma coisa sua por aqui e quer seus créditos? Entre em contato com a gente! Desde já, obrigado pela sua visita, aproveite nosso conteúdo e volte sempre!



Tag: Hayao Miyazaki

A GKIDS Films atua como distribuidora do Studio Ghibli no mercado norte-americano e acaba de anunciar o elenco de voz da versão em inglês de “The Boy and the Heron” também conhecido como How Do You Live (em português “O Menino e a Garça”) de Hayao Miyazaki. O filme será dublado por grandes nomes como: Christian Bale, Dave Bautista, Gemma Chan, Willem Dafoe, Karen Fukuhara, Mark Hamill, Robert Pattinson, Florence Pugh, Luca Padovan, Mamoudou Athie, Tony Revolori e Dan Stevens. Veja a página oficial do filme no IMDb.

Abaixo, você confere os personagens que os artistas citados anteriormente interpretarão:

Christian Bale será Shoichi Maki
Dave Bautista será The Parakeet King (O Rei Periquito)
Gemma Chan será Natsuko
Willem Dafoe será Noble Pelican (O Nobre Pelicano)
Karen Fukuhara será Lady Himi
Mark Hamill será Granduncle (O Tio-avô)
Robert Pattinson será The Gray Heron (A Garça Cinzenta)
Florence Pugh será Kiriko
Mamoudou Athie, Tony Revolri e Dan Stevens serão Parakeets (Os Periquitos)

Anteriormente, o filme estava sendo provisoriamente chamado de How Do You Live?, que é a tradução literal do título original em japonês (Kimi-tachi wa Dō Ikiru ka) e o nome do livro que inspirou a trama. Mas ao anunciar o lançamento nos cinemas norte-americanos para 2023, a distribuidora GKIDS revelou o título oficial em inglês.

Takeshi Honda (Ponyo: Uma Amizade que Veio do Mar, Rebuild of Evangelion) é o diretor de animação. Joe Hisaishi (A Viagem de Chihiro, Princesa Mononoke, Meu Amigo Totoro) compôs a trilha musical, enquanto Kenshi Yonezu, conhecido pelos temas de abertura de Chainsaw Man e My Hero Academia, interpretou a música-tema intitulada “Chikyūgi” (Globo).

Do que se trata a história?
Um jovem garoto de 12 anos chamado Mahito, em luto após a morte de sua mãe durante um bombardeio incendiário, é enviado por seu pai, Shoichi, para morar com sua tia, Natsuko, em uma remota casa de campo. Mahito avista uma garça e a segue por um túnel. Depois de sair do túnel para um grande salão, o menino vê a imagem de sua mãe. Junto com a garça, Mahito explora um país das maravilhas imaginativo, “ um mundo compartilhado pelos vivos e pelos mortos”. Uma fantasia semiautobiográfica sobre vida, morte e criação, em tributo a amizade, da mente de Hayao Miyazaki. A trama do filme é inspirada no romance de Genzaburō Yoshino, publicado no Japão em 1937.

Lançamento sem marketing
Antes de sua estreia nos cinemas japoneses, o filme não recebeu trailers, sinopses ou imagens promocionais. O único material de marketing divulgado foi um pôster. O co-fundador e vice-presidente do Studio Ghibli, Toshio Suzuki, que também atuou como produtor do longa, foi o responsável pela ideia. Suzuki afirmou querer resgatar a época quando se ia no cinema sem saber muito sobre o filme, ao contrário dos tempos atuais com excesso de informação, e disse estar empolgado para surpreender os fãs. Miyazaki demonstrou receio com a estratégia, mas decidiu confiar em Suzuki. No final, deu tudo certo. A produção arrecadou US$ 13,2 milhões nos primeiros três dias, tornando-se a maior estreia da história do Studio Ghibli, batendo o recorde de A Viagem de Chihiro. Esta também foi a primeira animação do estúdio a receber lançamento simultâneo em IMAX e conseguiu a maior bilheteria de abertura em salas do formato no Japão. Vale lembrar que segundo o próprio Suzuki, The Boy and the Heron pode ter sido o filme mais caro da história do Japão, superando O Conto da Princesa Kaguya, que custou cerca de US$ 49,3 milhões.

The Boy and the Heron, tanto na versão em japonês quanto na em inglês, chega aos cinemas dos Estados Unidos em 8 de dezembro deste ano. A exibição no Brasil ainda não foi confirmada.

Confira à seguir o trailer com a dublagem japonesa original.

Fontes: 1 e 2 | Tradução: Ana Paula Oliveira