Scan + Nova entrevista para a Gala Germany

Nova entrevista de Robert foi liberada, e desta vez foi concedida para a Gala Germany. O ator falou sobre o seu novo filme Life, se a fama o mudou e sobre ter filhos….Confira os scans e a entrevista transcrita por nossa equipe:


x SCANS > INTERNACIONAIS > 2015 > SETEMBRO 2015 – GALA (ALEMANHA)

Entrevista sem uma ressaca. Robert Pattinson costumava sofrer de ressaca durante antigos dias de divulgações, hoje ele nos diz como ele cresceu.

Robert Pattinson se tornou mundialmente famoso interpretando o vampiro na Saga Crepúsculo. Com 29 anos de idade, o ator britânico cresceu há muito tempo, a partir do papel que o tornou famoso e o e mostra ser um ator muito convincente no seu novo filme LIFE de Anton Corbijn. Neste biografia Pattinson interpreta um fotógrafo que se reúne a James Dean em 1955 e documenta a sua vida até sua morte trágica. O falante Patinson está fora de perigo, e realmente mostrou isso durante a entrevista. Sua noiva FKA TWIGS, qual ele rotinamente não menciona, e hoje ele tem uma espécie de pedido de desculpas por seu antigo uso leviano de álcool …

Q: Quando eu te entrevistei pela primeira vez, Twilight não estava nem nos cinemas….

Robert: Foi um tempo maluco. Eu era tão inexperiente e nem um pouco cansado. Eu lembro do primeiro dia de entrevistas e o quão legal foi pra mim porque eu nunca tinha feito algo desse gênero antes e eu estava falando sem nada pronto.

Q: A fama te mudou?

Robert: Estou tentando me proteger mais, mas eu também me acostumei com a minha situação. Eu costumava ficar muito mais nervoso em público e eu nunca teria feito coisas que eu faço agora.

Q: Por exemplo?

Robert: Eu fui para o calçadão da praia de Venice Beach para uma caminhada. Eu não tinha feito algo assim em anos. E você sabe de uma coisa? Foi totalmente ok, apenas uma pessoa me reconheceu.

Q: Você parece muito mais relaxado.

Robert: Talvez seja porque eu estou ficando mais velho e é muito mais fácil para mim dar entrevistas, porque eu não estou de ressaca. Levei dez anos para entender isso. Esta pode ser a primeira entrevista que eu não estou de ressaca.

Q: Você cresceu com duas irmãs mais velhas. Como isso influenciou você?

Robert: Como um irmão mais novo eu estava sempre estava excluído do mundo das minhas irmãs, mas minha mãe é uma mulher muito forte. Crescer com mulheres auto-conscientes certamente me influenciou. Se eu tivesse crescido com irmãos, eu teria tido mais interesse em esportes.

Q: Não é um fã de futebol, então?

Robert: As vezes me irrita o quão desinteressado por esportes eu sou. Eu adoraria ser capaz de jogar futebol. Uma vez que eu andei por um campo de futebol e alguém jogou a bola por cima da cerca. A bola estava rolando na minha direção e eu estava pensando: “. Por favor, não me peça para atirar a bola para trás” Foi um pesadelo. Isso me lembrou de escola quando eu tentei chutar a bola e não consegui. Eu deliberadamente andei mais de vagar para fugir daquele constrangimento. Eu até pensei em mudar de direção.

Q: Isso soa como você fosse muito tímido.

Robert: Tudo começou quando eu tinha dez anos. Quando as equipes eram escolhidas eu sempre era o ultimo então pensei: “. Eu vou ir e jogar com as meninas em vez disso” (risos) Eu nunca gostei de fazer parte de uma equipe.

Q: Você vive entre Los Angeles e Londres. Onde você se sente em casa?

Robert: Tenho vivido fora de uma mala por tanto tempo, mas eu aprendi que é preciso algum esforço para ter uma casa. Parece tão simples, mas ter alguns móveis no apartamento me faz sentir muito bem entre minhas próprias quatro paredes.

Q: Em seu novo papel você está interpretando um pai. Você quer ter uma família e filhos?

Robert: No filme meu personagem é realmente um mau pai e não realmente um modelo, mas eu definitivamente quero ter filhos. Pensei em comprar um cão em primeiro lugar, embora eu acho que é mais fácil ter um filho.

Q: Por quê?

Robert: Eu posso levar um bebê comigo onde quer que eu vá e as pessoas aceitam isso. Não é possível com um cão.

Q: Um dia uma criança pode achar que você constrangedor …

Robert: Sim, as crianças vão aprender a falar em algum momento, um cão não consegue fazer isso (risos) apesar de que ter um cão é uma boa maneira de aprender a ter responsabilidade. Eu acho que eu preferiria ter um bebê por ter um cão. Muitas vezes eu tenho a visão de meu filho vai ser fantástico em todas as coisas que eu não consigo fazer.

Q: Você tem que especificar isso.

Robert: Por exemplo, o meu filho seria um dançarino incrível.

Q: Você realmente é um dançarino tão ruim?

Robert: Não quando eu estou dançando sozinho. Eu me sinto ótimo, então… É como quando você canta em baixo do chuveiro.

Tradução: Gabi Araujo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo