“Entre Tenet e The Batman, envelheci 10 anos”, diz Robert Pattinson

Robert Pattinson antes de colocar o traje de super-herói, acompanha John David Washington em sua missão de salvar a humanidade em Tenet. Confira a seguir a tradução da entrevista concedida pelo ator para a revista Cinemania em sua edição de Julho de 2020 e o scan em nossa galeria.


SCANS > INTERNACIONAIS > 2020 > JULHO 2020 – CINEMANIA

Quanto os temas de Tenet falam do mundo em que vivemos?
Os personagens de Tenet acordam uma manhã e descobrem que suas qualidades já não servem para a realidade em que vivem. E têm que se adaptar muito rápido para sobreviver. É muito estranho que isso seja exatamente o que temos vivido nos últimos meses.

As filmagens foram muito exigentes a nível físico?
Sim. Das filmagens de Tenet, o mais exigente que tive a nível físico, a The Batman acho que tenha envelhecido 10 anos. Também porque John David é um atleta de alto nível e, não somente isso, tem uma verdadeira mentalidade de desportista. Se precisar correr fará um sprint de sua capacidade máxima por várias vezes. Em cada tomada, em cada ensaio… E minha carreira basicamente tem se desenhado ao redor do conceito de sentar em poltronas e sair de férias (risos). Achava-se que teríamos que mostrar habilidades, mas tinham semanas de filmagem que sequer não podia caminhar.

Nolan te deu algum conselho para interpretar Batman no longa The Batman?
Não. É muito respeitoso. Acredito que a única conversa que tivemos sobre Batman foi no último dia de filmagem.

Adorei o seu curta Fear & Shame. Gostaria de dirigir?
Sim, adoraria. Acredito que estou ficando mais organizado à medida que vou envelhecendo, então acredito que seria capaz. Mas preciso de uma história.

Você acredita que seu trabalho com diretores prestigiados como Claire Denis ou os irmãos Safdie te ajudaram nesse caminho?
Com certeza que sim! O que sei é que isso me ajudou muito como ator. Quando você trabalha com diretores que tem admiração é muito mais fácil confiar neles. E quando não tens dúvidas sobre o filme que estás fazendo, você aprende muitíssimo mais. Tenho sido muito sortudo por trabalhar com esses diretores tão talentosos.

Fonte: aqui e aqui | Tradução: Andréa Rouxinol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo