Crítica de Rubens Ewald Filho Sobre Eclipse

Rubens Ewald Filho é um crítico muito conhecido do público em geral pelas suas participações em premiações como a do Oscar. Dessa vez, ele deixa a sua opinião  em seu blog sobre o que achou de Eclipse e de seus atores. Confira!

Dizer que este é o melhor da série até agora seria um falso elogio, já que os dois primeiros foram muito fracos e nunca justificaram seu estrondoso êxito. Este terceiro capítulo não apenas é mais bem dirigido, mas também tem uma história mais agitada, como se tudo que foi apresentado anteriormente fosse mera preparação para, finalmente, haver ação e conflito, tanto no triângulo amoroso, que finalmente ganha um pouco de vida, quanto na guerra entre os vampiros novos e os amigos de Bella, o clã de vampiros e os lobisomens reunidos. Não tem muito sentido tentar ocultar detalhes da trama na resenha, já que os fãs sabem de tudo e já leram os livros.

O diretor David Slade veio dos Music Vídeos e fez antes aquele difícil Menina Má.com (Hard Candy ) e o terror 30 Dias de Noite. Não chega a inventar muito, mas os efeitos especiais são menos grotescos, a história flui melhor e mesmo os atores incomodam menos. Não sei se foi a gente que se acostumou com eles, porque os defeitos estão ali. Kristen Stewart continua apática e com a boca eternamente aberta, sem nenhuma expressão. Mas irrita menos. Robert Pattison é um ator passivo, mas a maquiagem está menos escandalosa, e ele tem mais o que fazer do que no filme anterior. É verdade que algumas cenas entre os dois se arrastam, parecem ter excesso de diálogos e falta de ritmo. Mas o roteiro tem a inteligência de brincar com as situações, fazer a gente rir com o filme, não do filme (porque determinada cena está meio ridícula, o personagem admite que foi tudo um pouco teatral demais!).

Gostei de ficar sabendo mais sobre o clã de vampiros e alguns flashbacks ajudam muito a tirar o foco exclusivamente no trio (os colegas de escola agora aparecem cada vez menos) e o melhor é que todos eles são interessantes. Ou seja, tem mais vida e ao menos Jacob Black (Taylor) faz jus ao seu sangue quente, suas cenas são sempre mais vibrantes.

O roteiro tem uma sequência muito boa e até sensual, que foi roubada do clássico O Proscrito, de Howard Hughes, com Jane Russell. Eu sei porque eu mesmo fiz uma citação dela, escrevendo cena parecida com Bruna Lombardi na novela Drácula. Aqui se inverte o papel. No filme e na novela era uma mulher que se deitava nua por cima do rapaz febril para salvá-lo da pneumonia, aqui é Jacob que está eternamente sem camisa, só Deus sabe por que. E até os diálogos entre os rivais é bem armado.

Como não sou especial fã da série, não conhecia bem os outros do clã de vampiros, mas achei adequado começar o filme com o maior inimigo deles neste capítulo sendo encurralado. Também gostei da participação de Jack Rathbone (como Jasper) e Ashley Green (que faz Alice Cullen). Os dois são figuras atraentes. A hoje famosa Anna Kendrick (Jéssica) pouco aparece, mas faz o discurso de formatura.

Já no meio do filme, ficamos sabendo da trégua entre vampiros e lobisomens, no que resultará o confronto final com os chamados vampiros recém formados (continuo a não me convencer com Dakota Fanning adulta, que não deixa sua marca ou impressão como a vilã maior). De qualquer forma, foi de todos os filmes o que mais me convenceu, o que mais interessou. Custou, mas melhoraram.

7 comentários em “Crítica de Rubens Ewald Filho Sobre Eclipse

  1. COMO ECLIPSE FOI O LIVRO DE QUE MENOS GOSTEI, ACHEI O FILME LINDO, PERFEITO EM COMPARAÇÃO AOS DOIS PRIMEIROS (LUA NOVA FOI MEIO CHATO, ACHEI). QUANTO A CRÍTICA, EU QUASE NUNCA ASSISTO AOS FILMES QUE ELA INDICA COMO BONS, PORQUE GERALMENTE SÃO MUITO INTELECTUAIS OU CHATOS MESMO, ENTÃO, A CRÍTICA JÁ FAZENDO UMA REFERÊNCIA POSITIVA SOBRE ECLIPSE, É UMA VITÓRIA

  2. tambem adorei lua nova e eclipse pois sao a continuidade da historia de amor mais bonita de sempre

  3. eu achei o primeiro filme o melhor pois
    ali tem o encanto de toda a historia,o primeiro olhar,o primeiro beijo,o medo, a paixao e tambem aventura e acçao.

  4. o filme é perfeito, vale a pena ver… mas sobre a critica>> finalmente falaram algo de bom…
    amei o filme, e oq eu mais adorei das inovações q vieram com o novo diretor foram: 1) a ideia dos recem-criados terem saido da água qndo vão ara Forks. 2) quando os vampiros lutam, eles são “quebrados” e ficou muuuuuitissimo parecido com oq a Bella descreve no livro de eles terem uma pele de mármore, pq foi essa a impressão que passou quando eles são quebrados feit vasos! AMEI TUUDO!!

    PS: robert estava indescritivel no filme todo, mais o melhor foi na ultima cena…

  5. Finalmenter um elogio do Ruben… e, se até ele achou o filme bom, imagina minha ansiedade para assistir!! Sim, eu ainda não vi!!
    AAAAAAAAAHHHH Quero veeeeerrrrrrrr!!!!!!!!!

  6. LI OS LIVROS CREPUSCULO, LUA NOVA E AMANHECER , AO VER O FILME ECLIPSE SENTI A CONTINUIDADE , A LINHA , O DESENROLAR , QUE ESTAVA FALTANDO NOS OUTROS FILMES PARA CHEGAR NA HISTORIA DE AMANHECER , SO CRITICO A CENA MAL FEITA DA MORTE DE VICTORIA MUITO GROTESCA , MAS O TRIO FOI PERFEITO ! PARABENS PELO SUCESSO !!

  7. até que enfim né…finalmente o crítico se dispôs a ver melhor o filme…rs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo