Confira informações sobre ‘Life and Death’, o novo livro de Stephenie Meyer

Com o décimo aniversário de Twilight, a autora Stephenie Meyer havia dito que iria publicar um conteúdo exclusivo sobre a história mais conhecida do mundo. Mas ninguém havia imaginado que seria um novo livro… Life and Death conta a história de um garoto, Beaufort Swan, que conhece uma vampira, Edythe Cullen. Nessa nova história, os papéis foram invertidos de acordo com a história que já conhecíamos. Confira abaixo informações sobre o livro e a carta da autora:

Carta da autora Stephenie Meyer: 

Olá, amado leitor!

Novamente, feliz aniversário e seja bem vindo ao novo material bônus do décimo aniversário! Primeiramente:

ME DESCULPEM.

Eu sei que isso irão ter muitos prantos e rangeres de dentes, porque, esse novo material bônus (A) não é inteiramente novo, e principalmente (B) não é Midnight Sun. (Caso você esteja preocupado que eu não entenda a sua dor o suficiente, me deixe assegurar que minha mãe me deixou abundantemente ciente do quão doloroso é.) Eu vou explicar como isso surgiu, e espero que faça as coisas , se não melhores, mais compreensíveis.

Há pouco tempo atrás, meu agente me chamou e me perguntou se não tinha nada que eu pudesse fazer para o aniversário de 10 anos do lançamento de Twilight. O publicitário estava querendo algum tipo de prefácio, que de certa forma fosse uma carta de “feliz aniversário”. E me pareceu…. Bem, para ser bem honesta, realmente muito chato. O que eu poderia dizer que fosse legal e entusiasmante ? Nada. Então eu pensei sobre outras coisas que eu poderia fazer, e isso fez com que eu me sentisse melhor. Midnight Sun foi uma ideia. O problema era a falta de tempo – que naquele hora, não havia nenhum tempo sobrando. Certamente não tempo o suficiente para escrever um livro, ou metade de um.

Como eu estava tendo esse tempo de reflexão sobre Twilight depois de tanto tempo longe, e discutindo o problema do aniversario com uma amiga, eu comecei a pensar em algo que eu tinha dito antes em coletivas e entrevistas. Você sabe, Bella sempre foi muito censurada por ser resgatada em diversas ocasiões, e as pessoas sempre reclamavam sobre ela ser a típica donzela em perigo. Minha resposta a isso sempre foi que, Bella é uma humana em perigo, uma humana normal sendo rondada por todos os lados por pessoas que são basicamente super-heróis e super-violões. Ela também é criticada por ser consumida por seu interesse no amor, da forma que só uma garota pensa. Mas eu sempre achei que não faria diferença alguma se a humana fosse homem e o vampiro uma mulher – continua a mesma história. Gênero e espécie de lado, Twilight sempre foi uma história sobre a magia e a obsessão e o frenesi do primeiro amor.

Então eu pensei comigo mesma, ‘Bem, e se eu por a teoria em teste? Talvez seja legal’. Como no meu usual, eu comecei a acreditar que seriam apenas um ou dois capítulos. (É engraçado/triste como eu ainda não me conheço tão bem.) Lembram-se que eu disse que não tinha tempo? Felizmente, esse projeto não foi apenas divertido, mas também extremamente fácil e rápido. E acabou que não havia muita diferença entre um humano fêmea se apaixonando por um vampiro macho de um humano macho se apaixonando por uma vampira fêmea. E foi assim que Beau e Edythe nasceram.

Algumas notas para essa conversa:

1. Eu fiz uma grande linha em torno do comum gênero de todos os personagens de Twilight, mas há apenas 2 exceções

• A maior exceção foi Charlie e Renée, que continuaram como Charlie e Renée. Há uma razão para isso: Beau nasceu em 1987. Era raro o pai conseguir a custódia do filho nessa época – ainda mais raro se a criança fosse apenas um bebê. Geralmente, a mãe teria que provar ser imprópria de alguma fome. Eu tive muita dificuldade acreditando que qualquer juiz naquela época (ou até mesmo hoje) daria uma criança a um pai transitório e desempregado, do que a uma mãe com um trabalho fixo e laços fortes em sua comunidade. Claro, que naquele tempo se o Charlie tivesse lutado pela Bella, ele provavelmente poderia ter tirado ela de Renée. Mas o mais comum é o que acontece em Twilight. O único fato é que algumas décadas atrás os direitos de uma mãe eram considerados mais importantes do que de um pai, e assim o fato de Charlie não sei o tipo que vindica as coisas, fez com que fosse possível para Renée criar a Bella – e, nesse caso, agora Beau.

• A segunda exceção é muito pequena – apenas algumas menções de personagens de fundo que só são mencionados duas vezes. A razão para isso é apenas meu senso de justiça pelas pessoas ficcionais. Tem apenas dois personagens no amplo universo de Twilight que realmente tem um eixo em curso. Então ao invés de eu fazer a troca desses personagens, eu os dei um golpe. Não muda nada na história. Foi apenas eu sendo estranha e me entregando a minha neurose.

2. Havia muito mais mudanças na escrita que seriam necessárias para o status de Beau como homem, então eu pensei que eu as quebraria para você. Essa são, claro, estimativas aproximadas. Eu não contei as palavras que eu mudei, ou fiz algum tipo de matemática.

• 5% das mudanças que eu fiz são porque Beau é um homem

• 5% dos personagens mudaram porque a personalidade do Beu se desenvolveu ligeiramente diferente da de Bella. A grande variação é que ele é mais transtorno obsessivo compulsivo, ele quase não é tão florido com suas palavras e pensamentos, e ele não é tão irritado – ele é totalmente desligado das preocupações que a Bella carrega nos ombros o tempo todo.

• 70% das mudanças que eu fiz foi porque eu tinha permissão de fazer um novo final acontecer 10 anos depois. Eu tive que arrumar quase todas as palavras que me incomodavam desde que o livro foi impresso, e foi glorioso.

• 10% foram coisas que eu desejava ter feito na primeira vez mas não me ocorreram naquela época. Isso talvez soe a mesma coisa do tópico anterior, mas é sutilmente diferente. Nesse caso não é uma questão de uma palavra que soou estranha ou deslocada. Isso é uma ideia que eu gostaria que eu tivesse explorado antes ou conversas que deveriam ter acontecido mas não aconteceram.

• 5% são problemas mitológicos – erros, na verdade – a maioria relacionadas a visões. Como eu continuei dentro das sequelas de Twilight – e até mesmo de Midnight Sun, onde eu dei uma olhada dentro da cabeça da Alice com o Edward – o modo como as visões da Alice funcionam foi redefinida. É mais místico em Twilight, e olhando de agora, há formas que ela deveria ter sido envolvida e não foi . Opssss!

• O que sobrea 5% para as varias minúsculas mudanças que eu fiz, por razões diferentes, e sem duvida, egoístas.

Espero que você se divirta com a história do Beau e a Edythe, mesmo sabendo que não é algo que vocês estava, esperando. Eu realmente tive o melhor tempo de todos criando essa nova versão. Eu amo Beau e a Edythe com uma paixão que eu não esperava, e a história deles fez do mundo ficcional de Forks, um novo e feliz mundo para mim novamente. Espero que faça o mesmo para você. Se você tirar disso, um décimo do prazer que tive, então valeu a pena.

Obrigada por ler. Obrigada por fazer parte desse mundo, e obrigada por ser uma fantástica e inesperada fonte de alegria na minha vida na ultima década.

Muito amor,

Stephenie.

MTV:

Conheça Beau Swan e Edythe Cullen, nosso novo casal. Como Bella, Beau se muda para Forks, Washington vindo da ensolarada Jacksonville, Florida, durante seu último ano do ensino médio. Beau é um adolescente típico desajeitado e magro – com as referências da WWE para provar isso – que se apaixona por uma bonita garota intocável da escola, Edythe Cullen. De lá, você sabe muito bem como esta história de amor vai seguir. O menino encontra a menina, a garota se esforça para não comer o garoto durante a aula de biologia,a menina salva menino da morte iminente (várias vezes), menino e menina acabam se apaixonando, derrotando um vampiro rastreador sedento, etc.

(Os principais spolier de “LIFE AND DEATH” vêm a seguir, por isso, se você não quiser saber os detalhes da história de amor de Beau e Edythe, fuja agora.)
“Life and Death” é uma releitura bastante simples de “Crepúsculo”, mas existem algumas diferenças importantes, especialmente quando você estiver na direção desses poucos capítulos finais.Como Meyer observou em prefácio do romance, ela queria assumir a tarefa de mudança de gênero dos personagens de “Crepúsculo” para dissipar a noção de que Bella era uma donzela estereotipada em perigo, que encontrou a auto-estima nos braços de um homem lindo. Será que a narrativa ainda será a mesmo se os papéis forem invertidos? “Life and Death” é quase idêntico a “Crepúsculo”, com exceção de nomes de personagens (embora, a primeira letra de cada nome seja a mesma) e algumas situações. Mas Beau ainda tem muito do pequeno cordeiro de Edythe, se você entende o que queremos dizer. Depois de ler a totalidade de sua história, aqui estão 13 alucinantes coisas que você precisa saber:

1. É EDYTHE, NÃO EDITH

Não me entendam mal… como Beau… que fala errado o nome dela em sua cabeça por um capítulo inteiro. Bem, pelo menos sabemos que ele é um narrador confiável! Citação direta do romance: “Era Edythe, não Edith. Eu nunca tinha visto esse nome soletrado dessa maneira, mas se encaixa melhor a ela.” É verdade!

2. VOCÊ DEVE CHAMÁ-LO DE BEAU, E NÃO BEAUFORT

Que tipo de nome é Beaufort, de qualquer maneira? Semelhante a Isabella Swan, Beau tem um nome tradicional que ele odeia. Ele constantemente tem que corrigir seus colegas de classe e professores, e honestamente, é algo cativante. Porque ao contrário do nome de Isabella (que é bastante comum), Beaufort é um primeiro nome seriamente feio. Além disso, Bella e Beau ambos fazem alusão a beleza, então nós vemos o que você fez aqui, Meyer.

3. TODOS OS PERSONAGENS TIVERAM MUDANÇA DE GÊNERO, ATÉ A SECRETÁRIA DA ESCOLA

Edward e Bella não são os únicos personagens que foram trocados de sexo no experimento de Meyer. Carlisle Cullen agora é Carine, matriarca da família. Esme é agora Earnest (hipoteticamente falando, Renesmee agora seria… Chearnest?), e em vez de Alice, Emmett, Rosalie e Jasper, agora temos Archie, Eleanor, Royal e Jessamine. Ah, e Billy Black agora atende pelo nome de Bonnie Black, o que significa que Jacob é agora conhecido como Julie. Alguém ficou com arrepios ao pensar sobre quão valentes e matriarcais os Quileutes são agora?

4. EXCETO CHARLIE E RENEE

De acordo com Meyer, teria sido em grande parte inédito para um pai receber a custódia primária em 1987 (aka o ano em que Beau nasceu), a menos que a mãe não tivesse condições para a custódia. Uma vez que Meyer não queria sacrificar o personagem de Renee em uma mudança de gênero dos dois papéis, Charlie e Renee são os dois únicos que permanecem completamente intocados pela mudança … o que significa que Charlie ainda recebe o bruto comportamento de Beau ~que estava fingindo~ e vai para a Flórida para despistar Joss (anteriormente conhecido como James).

5. SIM, EDYTHE AINDA QUER MATAR BEAU NA AULA DE BIOLOGIA

Esta cena icônica do romance, e mais tarde, do filme hit de 2008 estrelado por Kristen Stewart e Robert Pattinson, é praticamente a mesma em “Life and Death”. Se olhares pudessem matar, Edythe teria assassinado Beau na classe de biologia porque ele cheira tão deliciosamente.

6. BEAU TAMBÉM AMA SUA CAMINHONETE

Diga o que quiser sobre Bella Swan, mas garota amava sua velha caminhonete. Estamos felizes de informar que é amor à primeira vista para Beau e sua caminhonete também. Quem precisa de um Volvo estúpido quando você tem uma caminhonete com tanta personalidade?!

7. MEYER TESTOU SUA ESCRITA COM COISAS DE GAROTOS

A autora credita aproximadamente cinco por cento das mudanças desse livro às alterações de gênero. De acordo com Meyer, Beau é “mais neurótico” que Bella. Além disso, ele diz coisas como “código de homem” e “abraços de amigos.” Oh, e nossa diferença favorita, ele gosta de Dwayne “The Rock” Johnson. Veja como Beau descreve Royal, o musculoso – irmão distante – dos Cullen:

“De qualquer forma, Royal estava com a mão casualmente no quadril da menina realmente alta com o cabelo encaracolado escuro, que parecia que estava tão familiarizada com o peso da sala, como ele estava. Ele tinha que ser umas boas duas polegadas mais alto do que eu era, mas ele só tinha uma meia polegada a mais que ela. Embora ele estivesse, obviamente, muito seguro de si mesmo, eu ainda estava meio que surpreso de que ele se sentia confortável fazendo isso. Não que ela não fosse gata, ela era muito, muito gata, mas não… acessível. Tipo, nem mesmo The Rock se atreveria a assobiar para ela, se você entende o que quero dizer.”

Primeiro de tudo, The Rock nunca iria assobiar para uma mulher, porque ele é um cavalheiro. Mas para sermos honestos, nós estamos apenas para ver o nosso garoto sendo referenciado em um romance “Crepúsculo”. VOCÊ QUE MANDA, BEAU.

8. BEAU PRECISA SER SALVO… INÚMERAS VEZES

Beau primeiro desconfia de Edythe quando ela salva ele de ser esmagado pela van de Taylor (Tyler) – e exibe algumas qualidades super-humanas ao fazê-lo. De lá, a desconfiança de Beau e o desejo de Edythe de protegê-lo se intensifica.

Isso aumenta no momento cavaleiro-branco de Edythe em Port Angeles. Quando Beau é assediado por dois bêbados – uma mulher e um homem – que estão convencidos de que ele é um policial, é Edythe que vem em seu socorro. Em “Crepúsculo”, esta cena é particularmente angustiante, com os “bandidos” quase raptando Bella. Em “Life and Death”, parece um pouco diferente. Para ser honesta, eu nunca temi que Beau fosse agredido sexualmente da maneira que eu temia pela segurança de Bella, e talvez seja por causa do meu próprio preconceito de gênero como uma mulher… que é justamente a proposta de Meyer com “Life and Death”.

Dito isto, é realmente impressionante ver Edythe na pancadaria para proteger seu homem. Tome ISSO, normas de gênero. Ah, os passeios com Beau nas costas de Edythe também não são ruins.

9. VAMPIROS AINDA BRILHAM

COMO SE MEYER OUSASSE MEXER COM ESSA LÓGICA. Ainda é uma das melhores revelações vampíricas, bom, de todos os tempos. Também, Edythe – assim como Edward – leva Beau para vários passeios na floresta com ele em seus ombros.

10. A CENA DE AMOR MAIS FAMOSA, NA CLAREIRA, CONTINUA A MESMA

Exceto que, neste caso, é Edythe que é o leão e Beau que é o estúpido cordeiro. Awwwn.

11. NÃO HÁ REALMENTE UM TRIÂNGULO AMOROSO

Os fãs do time Jacob provavelmente não vão amar “Life and Death”. Beau e Julie só compartilham um momento significativo em conjunto, e com uma releitura de “Lua Nova” para comparar, a história de Julie só parece como uma tentativa tímida de homenagear o personagem.

12. ARCHIE É O MELHOR

Claro que Archie é o melhor! Archie baseia-se em Alice e é, por conseguinte, a melhor. Além disso, Archie tem um pouco mais para fazer nesta versão dos acontecimentos do que Alice fez. De acordo com Meyer, em romances posteriores, a mitologia das visões de Alice é expandida, o que significa que “Twilight” tem uma lógica um pouco falha quando se trata de Alice – tudo foi corrigido por Meyer em “Life and Death”.

13. O FINAL É COMPLETAMENTE DIFERENTE

Em “Crepúsculo”, Bella é mordida por James, mas Edward é capaz de sugar o veneno para fora de seu dedo, salvando assim a sua humanidade. No entanto, em “Life and Death”, a situação é demasiada terrível para Beau. Como a visão de Archie prevê, se Edythe tenta sugar o veneno para fora do dedo de Beau, ele vai morrer – assim os Cullens deixam Beau escolher o seu destino.
Obviamente, Beau escolhe se transformar em um vampiro, porque ele simplesmente não pode viver sem Edythe. (Diga o que quiser sobre Bella, mas ela sempre tinha uma escolha, e nós estamos felizes em ver que Beau fez uma, também.)

E, assim, Beau é transformado em um vampiro. O Cullen em última análise, fingem a sua morte, o que é doloroso para Charlie e Renee, que, obviamente, não têm idéia de que seu filho é realmente um vampiro. Mas eles precisam manter isso em segredo por causa do Volturi, sabe? (Beau recebe um curso intensivo divertido sobre todas as coisas do Volturi durante sua transformação.)

No final, Edythe e Beau vivem felizes para sempre.. sem a pequena Renesmee Chearnest porque GRAÇAS A DEUS. (Desculpe, Julie.)

 

Glossário dos novos personagens: 

 Isabella Swan = Beaufort Swan

Edward Cullen = Edythe Cullen

Jacob Black = Jules Black

Billie Black = Bonnie Black

Carlisle Cullen = Carine Cullen

Esme Cullen = Earnest Cullen

Emmett Cullen = Eleanor Cullen

Alice Cullen = Archie Cullen

Rosalie Hale = Royal Hale

Jasper Hale = Jessamine Hale

Jessica Stanley = Jeremy Stanley

Mike Newton = McKayla Newton

Angela Weber = Allen Weber

Lauren Mallory = Logan Mallory

Harry Clearwater = Holly Clearwater

Laurent = Lauren

Victoria = Victor

James = Joss

 

Tradução: Gabi Araujo e Barbara Juliany

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.