Anton Corbijn fala de Robert no The Guanajuato International Film

Na última sexta-feira no México aconteceu o The Guanajuato International Film e Life teve sua premiere e Q&A no evento com o comparecimento de Anton Corbijn, diretor do filme onde estrelam Robert Pattinson e Dane DeHaan. O diretor falou em algumas entrevistas sobre Robert, confira aqui a transcrição:

Excelsior:

GUANAJUATO, 26 de Julho.- Embora muitos relacionam e classificam o nome do Robert Pattinson com a serie de filmes de Crepúsculo há outros, assim como o diretor Dutch Anton Corbijn que viram através do estigma e/ou rótulos sociais.
É por isso que não foi um absurdo oferecer o papel de Dennis Stock, esse famoso fotógrafo dos anos 50 que tirou fotos de James Dean três meses antes de sua morte, para o Britânico no filme Life.
“Depois de Twilight eu senti que o Robert tentou escolher personagens que estejam longe de parecer com a saga toda.”
“Ele queria provar pro mundo que ele é um ator de verdade, pode fazer papeis desafiadores e isso me lembrou de Dennis Stock, um fotógrafo que queria checar se era bom no que fazia. Eu achei que essa foi a parte em comum entre os dois.
Por outro lado, Robert está sempre sendo perseguido pelos paparazzi e eu gostei da ideia de no filme ele ter que agir como um fotógrafo atrás de uma estrela,” Anton Corbijn disse em resposta a pergunta expressada pelo Excelsior.
O cineasta , e também participou do Festival no ano passado para promover The Most Wanted Man, foi contundente na garantia de que mesmo ao falar sobre a vida de James Dean, não é um filme sobre ele, mas sobre o homem por trás da lente que fez algumas imagens emblemáticas que giraram ao redor do mundo .
“Quem pensar que é um filme sobre James, eu tenho medo de dizer que não é.”
“Apesar de que, quando me ofereceram o script eu não liguei porque eu não queria fazer o filme pois eu não queria fazer um filme sobre o James Dean, de qualquer forma, quando eu comecei a ver que a história era mais sobre um fotógrafo, eu senti que me identifiquei porque é basicamente o que eu tenho feito pelos últimos 40 anos.” disse Corbijn.
Além de Robert Pattinson, Life conta com a performance de Dane DeHaan, Ben Kingsley, Kristen Hager e Joel Elgerton.
Esse filme foi filmado no Canada e não tem uma data de lançamento no Mexico. “

Eluniversal:
“Guanajuato.- Porque depois de Crepúsculo, Robert Pattinson tinha mostrado que ele queria remover a imagem de um ator de filmes fáceis, ele foi escolhido para estrelar Life, dirigido por Anton Corbijn.
No filme ele interpreta um fotógrafo famoso chamado Dennis Stock, que teve uma grande relação de amizade com James Dean, a lenda do cinema. Essa aproximação surgiu depois da foto que Stock tirou de Dean em 1955.
“Eu notei que ele escolheu filmes fora do comum (Bel Ami e Cosmopolis) querendo checar se ele era um ator de verdade; e bom, sua vida é cercada de fotógrafos, e agora ele teve que interpretar um.” o diretor lembrou ontem.
Life vai ser exibido sexta a noite no Teatro Juarez nessa cidade, devido ao Festival de Filme Internacional que acaba esse final de semana.
“Não é uma biografia do James Dean, então se as pessoas estão esperando por isso, é melhor elas caírem fora,” brincou o diretor, um pouco antes da exibição.
Life continua sem data de lançamento no Mexico. Foi lançado internacionalmente em fevereiro, durante o Berlinale e agora no evento de Bajio.
Em setembro chega nos cinemas da França, Reino Unido e Irlanda, e um mês mais tarde, será a vez da Itália e da Alemanha.”

AM.com:

Corbijn falou com Sara Hoch para apresentar o seu mais recente filme no histórico Teatro Juarez, de modo que o cineasta viajou para Guanajuato para compartilhar com os aficionados por seu curta-metragem inspirada na amizade que tinha fotógrafo Dennis da (Robert Pattinson) ea nova promessa do cinema no meados dos anos cinquenta, James Dean (Dane DeHaan)
Sobre a escolha de Pattinson para o papel do fotógrafo, ele disse que ele e Dennis têm muito em comum, no momento do reconhecimento do procurado, o mesmo vale para Pattinson, que procurou a oportunidade de demonstrar que ele é um ator sério, apesar de os filmes mais recentes que o lançou para a fama global.

Ele disse que não estava interessado em fazer um filme sobre a vida de James Dean, o escritor gostava do caráter do fotógrafo e por isso na sexta à noite centenas de pessoas tiveram a oportunidade de ver o filme a ser lançado nos cinemas no final do ano.

Fonte – Via – Tradução: Gabi Araújo e Bárbara Juliany

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo