Se há uma coisa que os filmes de Hollywood e casamentos reais têm em comum, é a sacrificar a realidade em nome do conto de fadas. Para a mídia (e de fato, a maioria de nós) o príncipe e sua esposa não são pessoas, são personagens de uma história. No mundo moderno dos contos de fadas, o romance pode eventualmente falhar? Quais poderiam ser as verdadeiras consequências de se apaixonar por um vampiro? A equipe do site Guardian conversou com um psicólogo à respeito do assunto. Confira um trecho à seguir.

Edward Cullen e Bella Swan de Crepúsculo embora possam ser o arquétipo do romance de conto de fadas do século 21, a história de uma máquina de matar de 104 anos de idade que se apaixona por uma garota de 17 anos, desprovida de personalidade, é também a mais controversa. As razões são muitas, mas além de não ter nada em comum e uma diferença de idade matematicamente semelhante a um homem de 60 anos sair com alguém de 10 anos, há também a questão de que Edward Cullen é apresentado como condescendente, misógino, arrogante, violento e sem alegria enquanto Bella é perturbadoramente submissa. Leia Mais…