Josh Benson, do site Capital NewYork, teve uma conversa com a escritora sênior da Entertainment Weekly, Sara Vilkomerson sobre Robert Pattinson, Saga Crepúsculo e a condição de celebridade posta de lado.

Josh: Isso poderia ajudar a explicar a febre Pattinson? O fato de que ele interpretou um personagem que se encaixou na, como você diz, “coisa de vício para garotas”?
Sara: É uma pergunta muito boa. Eu não sei se eu ou qualquer pessoa pode dizer onde a atratividade do personagem e a atratividade do ator se separam ou iniciam. Mas eles claramente se tornaram associados.

Josh: Então, afinal de contas, como ele é pessoalmente?
Sara: Eu estava muito curiosa antecipadamente, porque quantas pessoas existem que são TÃO famosas? E eu estava agradavelmente surpresa por quão doce e encantador ele é. E principalmente, qual fácil era conversar com ele. Porque, como você sabe, fazer qualquer entrevista longa é como ter uma longa conversa com qualquer pessoa. A preocupação real é, e se você acaba ficando sem assunto para falar? Ou às vezes, quando alguém é muito entrevistado, será que essa pessoa irá falar as mesmas coisas que diz para todo mundo? Mas eu o achei notavelmente sincero.

Clicando aqui você pode ler a entrevista completa e traduzida pela nossa equipe.