Em entrevista da Vanity Fair (edição de 20 de Julho – Itália) com Sara Gruen, ela fala sobre Robert Pattinson. Veja abaixo:

SARA GRUEN: Felizmente, a Hollywood que eu conheci é diferente do que eu descrevo nos livros. Mais do que qualquer coisa, eu estava me referindo a pessoas como Kim Kardashian ou Paris Hilton, e os protagonistas da realidade. Ao invés disso, Christoph e Reese (Waltz e Witherspoon), fora do trabalho, pensam especialmente em suas famílias e Robert (Pattinson) me pareceu agradável e de mente aberta.

Assim como ele está chocado com a atenção dos fãs.
SG: 
É verdade. Eu estava no set por dois dias no deserto, a 40 minutos de Los Angeles. Era verão, muito quente e não havia como encontrar abrigo na sombra. Seus fãs chegaram às 4 da manhã, e mesmo que a segurança os tenha afastado do set, eles permaneceram lá até as 10 da noite. Com esperanças de vê-lo por apenas alguns minutos e à distância.

O que você pensou quando soube que ele iria ser o protagonista (de Água para Elefantes)?
SG: 
Eu nunca havia vista a Saga Crepúsculo, então eu não sabia exatamente o que esperar. Eu percebi o quão duro ele trabalhava e o quanto estava concentrado no personagem. Meus filhos, sendo homens, não estavam particularmente impressionados com ele, mas ao contrário disso, as suas namoradas de fato estavam. Eu tenho quatro cópias do meu livro autografadas por ele, mas eu não vou entregá-las a eles até que eles estejam grandes o bastante para não dar à primeira garota que lhes peça.

Fonte | Tradução: Mariza Canato