Robert Pattinson, em entrevista para a revista Época, conta um pouco do que pensa para o seu futuro com o fim da Saga Crepúsculo, no seu receio em tirar a camisa em cenas e muito mais!

ÉPOCA – Com o fim se aproximando, você pensa graças a Deus?
Pattinson – Ainda não sei. Estou trabalhando sem parar desde que terminei. Tive um mês e meio de folga depois de quatro anos. Imagino que, quando o próximo for lançado, vai ser diferente. A série me deixou preso à mesma pessoa que eu era quando tinha 21 anos. E quando terminar, vou ter 27, vai ser uma situação bem diferente.

ÉPOCA – Planeja tirar férias?
Pattinson – Na verdade, não (risos). Acho que não sou muito bom de férias. Fiquei de folga dois meses e li um milhão de roteiros. É que não achei nada, se tivesse, teria encurtado as férias (risos). Eu gosto de estar no set. Fico mais relaxado quando estou trabalhando.

ÉPOCA – Você fez o mesmo personagem em cinco filmes. Acontece muito de oferecerem papéis parecidos com Edward? Não tem medo de ser assim para sempre?
Pattinson – Agora, não tanto. Acho que minha agente nem me manda mais esse tipo de coisa, porque ela sabe que vou ler uma página de algo que parece Crepúsculo e não vou terminar. Então só me manda coisas que são diferentes. Mas tinha medo, sim. Só que logo depois de terminar Amanhecer, fiz Cosmópolis, exatamente o tipo de filme que temia não conseguir. E isso meio que respondeu a meu questionamento (risos). Definitivamente me deu muita confiança de pensar que sempre haverá coisas diferentes, você só precisa trabalhar por elas.

Leia a entrevista na íntegra aqui.