Como se nada mais fosse o suficiente, quando se trata de Robert Pattinson, o rumor que circulou na internet recentemente foi que a atriz Kirstie Alley estaria recrutando o ator para a Scientologia, a famosa seita, na qual Tom Cruise pertence. O site Gossip Cop esclarece mais uma vez os fatos. Leia a seguir:

“A Igreja da Scientologia tem suas vistas voltadas a Robert Pattinson para tomar o papel de celebridade top da organização depois que divórcio apressado de Tom Cruise com Katie Holmes que causou enorme constrangimento para a controversa religião,” disse o National Enquirer.

Não estamos brincando: A revista realmente imprimiu a história na quarta-feira, com tinta real e tudo mais. E está sendo divulgada por outros canais! De acordo com as “fontes” do tablóide, Kirstie Alley está “à frente dos esforços para atrair” Pattinson para a Scientologia. Uma “testemunha visual” diz que a SUV Lxus Hybrid de Alley entrou na propriedade de Pattinsonem 25 de Julho, e então foi direto para o Centro de Celebridades da Scientologia em Hollywood.

Aqui está a frase sem preço do espião do Enquirer: “Não dei uma boa olhada no motorista, exceto que eu percebi que a pessoa tinha muito cabelo — então era provavelmente uma mulher.” O Enquirer está tentando algo mais? O tablóide cita um observador da Scientologia explicando porquê Pattinson seria um bom candidato para se tornar o membro mais visível da religião: “Ele é jovem, talentoso e tem muito dinheiro. Rob é como um Tom Cruise jovem. Ele teria apelo nas pessoas jovens de uma maneira que celebridades mais velhas, como Cruise e John Travolta, podem não ter.”

Tudo isso pode ser verdade – mas NENHUMA das histórias do Enquirer é. Múltiplas fontes dizem ao Gossip Cop que o conto do tablóide sobre a Scientologia recrutando ativamente Pattinson é 100% falso. Uma pessoa próxima a Alley disse que a história era “engraçada” e pontuou que a atriz não estava nem mesmo na California no dia que a revista diz que ela pagou uma visita à Pattinson em sua casa — ela estava em Maine.

É somente outra falha épica do Enquirer.

Fonte | Tradução: Sheila Andrade