A revista Le Figaro da França fez uma entrevista com Robert Pattinson durante a divulgação da campanha da Dior além de fotos inéditas do comercial. Desta vez o ator falou sobre as mulheres francesas e todo charme que elas tem, revelando inclusive que gostaria de ter uma namorada francesa! Rob também falou sobre seus carros e sobre os paparazzis que o perseguem por Los Angeles. Veja à baixo o scan e a matéria traduzida pela nossa equipe.

ROBERT PATTINSON – O HOMEM QUE AMA AS FRANCESAS

O encontro
O ator de Hollywood, novo rosto do perfume da Dior Homme deste outono, tem caído sob o encanto das mulheres parisienses. Se a sua próxima história de amor for como a sexy campanha publicitária da qual ele é o protagonista – que foi transmitida pela primeira vez na TV na noite de domingo do dia 01 de setembro – será muito intensa. Na tela, Robert Pattinson parece que gostaria de devorar a bela franco-americana Camille Rowe Pourcheresse. “Quando todo mundo estava assistindo as filmagens da cena do beijo, eu já estava constrangido. De repente, Camille disse: ‘Oh la la!’ Eu olhei fixamente para ela e disse ‘Você está brincando comigo?’ Eu pensei que os britânicos diziam ‘Oh la la!’ pra tirar o sarro dos franceses. Eu não achava que as mulheres francesas diziam isso na verdade. Então eu percebi que gostaria de ter uma namorada francesa, com todos os seus clichês”. disse Pattinson durante um café no Beverly Hills Hotel, em Los Angeles.Esta nova campanha é primordial para Christian Dior Perfumes, cujo objetivo é o sucesso internacional – alcançar vendas anuais de pelo menos € 300 milhões – do perfume Dior Homme. “Este perfume pode ser interpretado de várias formas, ele pode ter milhares de rostos.” enfatizou François Demachy, criador desta sensual fragrância masculina, uma íris viril misturada com couro, madeira, âmbar e especiarias. Neste clipe curto em preto e branco, porém íntimo, Pattinson, o relaxado britânico, chamado várias vezes de “o homem mais sexy do mundo”, parece estar encantado por Pourcheresse. Ele está em uma casa deteriorada no bairro de Bronx, em NY, dentro de uma banheira de ferro fundido, ele oferece um cigarro para Camille, que o coloca no topo de um tanque em cima de sua roupa de baixo. Eles são dois amantes em fuga. Ele representa a fantasia do cara sensual e ela personifica a beleza francesa com um charme impressionante.Ícones Franceses
De um extremo a outro, o vídeo se estende em uma atmosfera revigorante: o casal começa em um casamento no último andar de um edifício, dirigindo uma BMW conversível em uma praia vazia… “O primeiro dia das filmagens foi complicado. Eu dirigi uma BMW a 100km/h, porque a areia estava instável. Eventualmente, eu me vi dentro da água… com uma câmera dentro do carro”, explicou Pattinson com uma risada. “O pessoal da Dior foi muito compreensivo.” Mesmo se Robert é um multimilionário, ele continua sendo econômico, especialmente quando se trata de comprar seus próprios carros. “O primeiro que eu comprei foi uma BMW 325i, quando eu comecei a aprender a dirigir na Califórnia. Isso foi na época de lançamento de Crepúsculo. Eu comprei-o na internet, de um outro ator. Claro, eu tentei pechinchar. Então, ele me mostrou uma captura que ele fez no laptop e me disse: ‘Você está em terceiro lugar no IMDb!’ Mas eu insisti em pagar 1.000 dólares, em vez de US$ 1.200.” confirmou o sensível ex-vampiro. Desde então, ele não se tornou um grande consumista. Apesar de seus três grandes sucessos de bilheteria, que fez os estúdios ganharem $1,17 bilhões nos últimos três anos, ele dirigiu em Hollywood uma caminhonete Silverado que custou US $1.500, também comprada na internet. “Eu amo uma caminhonete de segunda mão, você pode dirigir perto de muitas pessoas e ninguém se atreve a chegar perto de mim. Às vezes, os paparazzis me perseguem. Com um belo carro, eles poderiam me bloquear. Mas quando veem minha Silverado, eles sabem que eu posso bater contra eles!” ele riu e continuou. “Isso pode parecer curioso, mas eu não gosto de ficar sendo seguido e pego em fotos. Então eu só vou onde eu sei que isso não vai acontecer, mesmo que seja em apenas cinco lugares em LA.” explicou Pattinson que, na noite da apresentação do anúncio, estava no Chateau Marmont, onde uma linda garota de uns vinte anos passeava pelo local para tentar chamar a sua atenção.

Uma ideia muito rock’n’roll
Depois de algumas digressões, Pattinson volta para suas paixões antigas: as mulheres francesas. “Elas são incríveis. Ao chegar em Paris, é a primeira coisa que você vê. Acho que Paris e New York são as duas cidades onde as mulheres são mais bonitas do que em qualquer outro lugar. Elas estão mais confiantes de si mesmas, de suas personalidades, mas também de sua aparência. Elas são elegantes e têm uma graça natural”, disse Pattinson. Seus ícones masculinos também são franceses: “Belmondo foi muito importante para mim quando eu era criança e adoro a forma como Jean-Luc Godart se vestia e como ele usava os óculos de sol.” ele disse antes de confessar que tinha acabado de pegar uma foto do diretor de cinema suíço em uma revista para perguntar a um estilista onde encontrar do mesmo. Pattinson recusou muitas campanhas publicitárias grandes antes. Se ele aceitasse uma para Dior Homme, isso poderia fazê-lo ganhar mais de US$ 10 milhões, esta é a condição para que ele pudesse escolher o diretor Romain Gavras, famoso por seus vídeos polêmicos com M.I.A. Senão, ele aprecia que a marca o escolheu como rosto aceitando a fotografa Nan Goldin, e admite que esta colaboração com a Dior é parte de uma estratégia que visa redefinir a sua imagem de ator.Em cada cena, Robert Pattinson está vestido e perfumado, é claro, com Dior Homme. “O perfume sozinho não existe. É como se ele vivesse sobre a pele da pessoa. O mesmo vale para as roupas.” disse François Demarchy. Toda a filmagem ocorreu em Nova York, desde a praia em Far Rockaway até o terraço da Tudor, através das cozinhas e do salão de baile do Waldorf Astoria. A trilha sonora, é do famoso Whole Lotta Love do Led Zeppelin, a banda se reuniu para assistir a uma exibição especial do anúncio antes de darem a autorização final para usarem a música. “Estamos extremamente orgulhosos que Led Zeppelin tinha nos dado o direito de usar sua música. Eles nunca fizeram um comercial antes”. Salientou Claude Martinez, presidente da Christian Dior Perfumes. “O resultado é ao mesmo tempo poderoso e íntimo, muito diferente de um anúncio normal. O roteiro não tem começo nem fim, é mais sobre os sentimentos, do momento, uma ideia muito rock’n’roll. Dará uma nova vida para a Dior Homme”. Sabendo que Christian Dior Perfumes representa um terço do volume de negócios da divisão de Beleza e Perfumes, é uma campanha publicitária fundamental para a marca. Se alguns países do exterior vê a França como o último bastião do nacionalismo, este vídeo se impõe como uma brilhante exibição do internacional savoir-faire: a estrela de cinema britânico e uma modelo parisiense filmado por um diretor nascido na Grécia, ao volante de um conversível alemão que mergulha no oceano Atlântico, no Brooklyn, enquanto lendas britânicas do rock tocam o seu maior hit, tudo isso colocado na frente do perfume deste outono, que leva o nome de um famosíssimo designer francês.

Fonte | Via | Tradução: Ana Paula Oliveira