Traduzimos algumas críticas e entrevitas que Robert concedeu durante a divulgação de dois dos seus últimos filmes, Cosmopolis e Amanhecer – Parte 2, muito bem descrita por diversos sites falando sobre a sua imagem no cinema desde o primeiro papel até agora, atualmente. Não deixe de conferir.

Eu realmente li alguns artigos que falavam sobre o futuro dos atores de “Crepúsculo” e confesso que o que falavam sobre o futuro da carreira de Rob me deixou muito feliz e ansiosa. É como se fosse uma nova era que se iniciasse para ele, e com certeza será incrível de ver acontecer.

Segue um trecho da entrevista de Rob para a “AP” via a “Seattle News”:
Pattinson sem dúvidas vem trilhando pelas melhores escolhas dentre os 3 protagonistas da Saga.  Antes de ter sido escolhido para fazer o papel de Edward Cullen, o magrelo ator britânico fez uma participação em outra grandiosa franquia, como intérprete do personagem Cedric Diggory no ano de 2005, em “Harry Potter e o Cálice de Fogo”. Em 2009, ele interpretou Salvador Dali no filme “Little Ashes”, e, no ano passado, ele estreou ao lado da atriz Reese Witherspoon no romance que se passava no circo, “Água para elefantes”, em que alguns “review” do David Germain, afirmava que havia uma faísca entre os dois.

Mas Pattinson também trabalhou ao lado do polêmico diretor, David Cronnenberg, no papel principal do filme do tão acudido diretor canadense, que fala sobre um drama nas finanças, “Cosmópolis”. O filme se passa, quase que em sua totalidade, dentro de uma limusine.  E novamente irá atuar com o David Cronenberg no filme “Maps to the Stars”, e irá iniciar com as filmagens do filme do diretor Werner Herzog, “Queen of the Desert”. Continue Lendo…