Durante sua passagem pelo Canadá, para a divulgação de seu último projeto, Cosmopolis, Robert Pattinson concedeu inúmeras entrevistas. E em sua conversa com o Vancouver Sun, Robert fala sobre a pressão de interpretar o milinário Erick Packer e sobre planos de voltar a trabalhar com o cineasta, David Cronenberg. Confiram:

Durante sua viajem na limousine, ele vai a reuniões e faz umbalanço de sua vida isolada enquanto uma visita do presidente dos EUA tumultua o trânsito de Nova Iorque, e os manifestantes anti Wall Street atacam seu veículo em rota.

Esse é o papel mais exigente de Pattinson, até agora. Mas ele sabia dessa realidade quando ele aceitou fazê-lo.

“Eu estou, praticamente, em todas as cenas do filme,” ele disse. “Foi assustador para mim até quando comecei a fazer o filme.”

Aparentemente, Cronenberg o ajudou em algum dos momentos mais difíceis, mas o ator logo percebeu que o esforço extra era necessário, porque se esperava que ele fizesse o diálogo exatamente como estava escrito. Continue lendo…