O site MSN na sessão “Boca no Trombone” mencionou um trecho da entrevista concedida por Robert Pattinson a revista Style Maganize, onde ele é crítico de sua própria carreira.

“Eu cheguei em um ponto em que disse: ‘Eu vou ser um ator profissional, buscar a origem dos meus personagens, fazer alguma coisa real dentro da efemeridade deste meu trabalho.’ Isto vai me permitir viver a vida que quero, ser um cidadão do mundo. Fama não é um privilégio, na verdade, ela complica as coisas. Eu tento não cair na tentação de ficar em hotéis de luxo, voos de primeira classe, receber dezenas de roupas de designers e milhares de garotas atrás de mim.”