O site Welt Online, entrevisou Robert que comentou sobre sua carreira de ator, e seu atual projeto, Cosmopolis. Na entrevista, ele fala que estar em uma premiação como Cannes é algo que para um ator, faz que começar a ver as coisas de um modo diferente, sobre o longa diz que gostar do projeto confiar na direção é essencial, pois descreveu que nas cenas de nudez teve dificuldades por ser inibido e inglês, mas que a produção o ajudou com isso.

Berlim (DAPD). O ator Robert Pattinson já havia se mantido afastado por causa de papéis ambiciosos. “Eu já inscrevi para muitos projetos que no ano passado, eu teria pensado que não era suficientemente bom como ator”, disse o ator de “Twilight” em Berlim.

O ponto de viragem foi o drama “Cosmopolis”, que recentemente esteve em competção no Festival de Cannes. “Como ator, se você for convidado para Cannes, você se vê em uma luz diferente“, disse o britânico de 26 anos de idade. Sua resposta. “Talvez eu possa fazer filmes muito legais?“.

Depois de cenas de nudez em “Bel Ami”, Pattinson teve em “Cosmopolis”, do diretor David Cronenberg. “Eu sou sempre muito inibido, porque eu sou inglês“, confessou o ator. “Todo mundo sempre se sente tão confortavel em sua própria pele em cenas de sexo. Eu sou o único que fica em pânico.

Confiar nele, com o diretor seria mais fácil. “Se você fizer um filme que você realmente não gosta, você se sente um pouco como uma prostituta”. Na adaptação cinematográfica do romance de Don DeLillo “Cosmopolis”, Pattinson interpreta o queridinho das finanças, que é pessoal e profissionalmente antes do acidente.

Fonte |Tradução: Carol Scaranello