O ator Robert Pattinson juntamente com o diretor de Cosmopolis, David Cronnenberg, e o autor do livro, Don Delillo, conceberam uma nova entrevista para o blog Cinerepublic, no qual comentaram sobre trabalhar com Cronenberg, roteiro do filme, o personagem “Eric Packer” e muito mais! Confira a tradução logo abaixo:

Robert Pattinson

Você já estava familiarizado com o romance de Don DeLillo?
Não. Mas eu tinha lido alguns de seus outros livros. Eu li o roteiro enviado a mim por David Cronenberg e só depois eu li o romance. O roteiro é tão fiel ao livro que é quase inacreditável, especialmente considerando que Cosmopolis foi considerado impossível de se adaptar. Mesmo antes de ler o trabalho de DeLillo, o que me surpreendi em relação ao roteiro foi o ritmo agitado e a tensão implacável.

O que nesse filme roubou a sua atenção?
Cronenberg, sem dúvida! Eu só fiz um monte de filmes e eu não conseguia imaginar como seria trabalhar com ele. Não fiquei decepcionado… Eu sabia que ele iria brincar com a sua criatividade e que esta experiência poderia deixar uma marca em mim. Eu deixei o script chamar-me como se fosse um longo poema, misterioso. Normalmente, quando você lê um script, você rapidamente entende que se trata, para onde vai e como vai terminar, embora haja reviravoltas inesperadas e soluções sofisticadas que mudam o curso da história. Com o script de Cosmópolis, no entanto, era completamente diferente: quanto mais eu lia e não conseguia entender como ele iria evoluir, mais eu sentia a força para ser uma parte do filme. Não ia ser como filmar qualquer filme, mas uma oportunidade separada e única. Continue Lendo…