Robert Pattinson concedeu uma entrevista para a revista Cine Premiere (Especial de Amanhecer) na época da Comic Con. Nela o ator comenta o que acha de Edward Cullen, sobre ter malhado para Amanhecer e muito mais!

Pálido, porém acordado, Robert pede desculpas, “Eu bebi café demais essa manhã e passei mal.” Ele está usando um corte de cabelo novo, “É para o meu próximo filme. Eu tive que fazer um corte estranho. Eu pensei em raspar tudo, mas eu pensei em cortar apenas uma parte, mas eu gostei tanto que no final eu resolvi mantê-lo.” Sempre com um grande sorriso em seu rosto, e rindo durante a maior parte da entrevista, o super astro revela o que pensa sobre o final da Saga que o fez famoso.

Analisando Edward, você acha que ele é um cara fraco? Ele é passivo demais às vezes, embora por dentro ele sinta uma enorme paixão e amor? Ele também é muito romântico, como você o vê?
Eu acho que ele é perdido. Eu sempre achei – e se você prestar atenção o suficiente na personagem você também verá isso – que ele é um cara que se sentiu tão solitário por tanto tempo que ele enlouquece, e é por isso que ele é do jeito que ele é. É só isso que eu consigo pensar, sempre que eu penso nele nos três primeiros filmes, e como ele se encontra cada vez mais em cada filme. Foi interessante ler o quarto livro, pois eu não concordava com a maioria de suas ações. Eu não gostava da forma como ele se comportava. Nos três primeiros filmes, você conseguia entender os motivos por traz de suas ações, e até mesmo simpatizar com ele, mas eu não o compreendi nem um pouco nesse filme. ‘Porque você está fazendo isso? Você é um idiota!’ Eu realmente não o compreendi, e foi divertido tentar legitimar essas ações estranhas, e foi uma forma interessante de finalizar a Saga para mim. Eu acho que ele se transforma mais em um herói na Parte 2 pela primeira vez, embora seja Bella quem o salva o tempo todo, pra variar. Mas é interessante como ele está mais impulsivo e egoísta na Parte 1, o que o faz ir à loucura. E no primeiro filme ele sempre está planejando tudo. Continue lendo …