Com a estreia de Bel Ami nos cinemas brasileiros há exatamente uma semana, alguns sites continuam publicando críticas sobre o filme e sobre a atuação de Robert Pattinson. As opiniões não são nada animadoras. Confira a seguir:

Reuters

As atrizes, de modo geral, desempenham bem os seus papéis, melhor do que o protagonista, que parece não encontrar o tom certo de um personagem ambíguo, que demora muito a entender as regras do jogo em que foi lançado. Leia mais …

AdoroCinema

A tentação de debochar da atuação de Robert Pattinson é grande, e muitos jornais dedicaram artigos inteiros a desprezar o talento dramático do moço. O fato é que ele é realmente muito limitado, mas o roteiro e a direção ajudam pouquíssimo na tarefa. Como acreditar em um rapaz que nunca fala, nunca expressa suas ideias, suas opiniões (ele é provavelmente o personagem com menos diálogos no filme)? Pattinson é um fantoche na mão dos diretores, que usam sua fama como se ela bastasse para a construção de Georges Duroy. Ele é o coadjuvante de sua própria história. Leia mais …

Rubens Ewald Filho

Depois de tê-lo visto algumas vezes, acho que finalmente matei a charada de Pattinson: ele deve ser muito míope, porque seus olhos não refletem nunca nada, parecem que realmente não sente nada, porque não está vendo nada (deve usar lentes, mas não resultam). Sem uma figura forte central, o filme está condenado. Não o achei tão ruim, porque além de gostar de filme de época, estão as mulheres. Leia mais …

UOL

Conduzindo a história de maneira um tanto literal, sem evidenciar as nuances de um mecanismo social cruel e sutil, o filme patina sem brilho. As atrizes, de modo geral, desempenham bem os seus papéis –, melhor do que o protagonista, que parece não encontrar o tom certo de um personagem ambíguo, lerdo para entender as regras do jogo em que foi lançado. Leia mais …