Foi divulgado que Little Ashes ganhou Prêmio do Schermi d’Amore no cinema italiano. A nota informa que o diretor Paul Morrison já foi indicado ao Oscar e que pode vir a se repetir, na próxima edição em 2011, caso ocorra o mesmo, como foi no ano de 1999, quando o diretor ganhou o mesmo prêmio pelo filme  Salomão e Gaenor e foi indicado ao Oscar no ano seguinte, concorrendo a melhor filme estrangeiro. Confira o texto traduzido por nossa equipe.

O Schermi d’Amore Rose vai para o filme Little Ashes (Grã-Bretanha – Espanha, 2009), dirigido por Paul Morrison.

Este ano foi mais uma vez a audiência que concedeu o prêmio no 14º festival dedicado a filmes românticos e melodrama. Vencedor do Schermi d’Amore, em 1999, com Salomão e Gaenor, que teve sua premiere mundial em Verona, Paul Morrison estava entre os cinco filmes estrangeiros indicados ao Oscar no ano seguinte. Agora, o diretor britânico refinado foi novamente reconhecido por seu talento com um filme biográfico que o leva do País de Gales, em 1910 (o cenário de Salomão e Gaenor) para a Espanha de 1920, para uma trágica história de amor. O relacionamento atormentado entre Federico García Lorca (1899-1936) e Salvador Dalí (1904-1989), que o pintor – após a execução do dramaturgo andaluz por partidários de Franco – é mantida em segredo até os últimos anos de sua vida. O gênio surrealista – interpretado por Robert Pattinson antes de estrelar em Crepúsculo – é retratado durante seus anos de universidade, dividido entre sua atração para o autor de Sonetos de Amor e Trevas e pelo seu desejo de fama e fortuna, o que o levaria a Paris com o diretor Luis Buñuel (1900-1983), a terceira figura lendária espanhola com quem ele iria criar o famoso curto, Un Chien Andalou (1929).