Em entrevista ao The Sunday Times, o diretor David Cronenberg falou sobre “Cosmópolis” e não deixou de mencionar Robert Pattinson. David fala sobre a escolha e preparação do ator e também comenta sobre as criticas que o filme vem recebendo.

Das muitas críticas que tem tirado pedaços de Cosmopolis por ser alienado e frio, ele tosse, “Rob [Robert Pattinson] me disse que ele leria a descrição do filme como ‘um agressivamente amável!’ E eu pensei, ‘Bem, eu prefiro assim!’ Porque se você não está fazendo filmes desesperados para serem amados – e não estou – então você se expõe a todos os tipos de ataques e criticismos e desentendimentos.” (…)

O elenco de suporte, incluindo Juliette Binoche, Giamatti, Sarah Gadon e Samantha Morton, absolvem-se amigavelmente em uma série de intercâmbios que visam ilustrar o vazio da vida de Packer, e ainda oferecem a possibilidade de que ele seja capaz de se render. Enquanto em outros lugares o exame de próstata central desempenha um papel aparentemente grande no movimento da narrativa, e na própria noção Cronenbergiana que a biologia lidera o caminho. Leia mais…