“Ator bonito, que responde a cenas sem sequer perceber o que está fazendo“, foi o que David Cronenberg declarou ao falar sobre Cosmopolis e sobre “Map to the stars”. Confira:

O ator britânico Robert  Pattinson parece destinado a se tornar a novo queridinho do renomeado diretor. Interpretando  o gênio  das finanças  Eric Packer – que lidera  Nova York, em uma limusine branca em busca de um corte de cabelo – ele aparece em todas as cenas do novo filme de Cronenberg  Cosmópolis. O filme, que competiu pela Palma de Ouro no Festival de Cannes desse ano, tem sua abertura nos cinemas do Reino Unido 15 de junho. Cronenberg descreveu hoje a estrela da franquia de Crepúsculo como “um ator bonito, que muitas vezes responde a cenas sem sequer perceber o que está fazendo. É por isso que eu o amo. “

Pattinson irá executar oposto Viggo Mortensen, mais conhecido por seu papel como Aragorn da franquia do Senhor dos  Anéis, que estrelou em  Eastern Promises e A Dangerous Method. As duas são consideradas como parceiros criativos falando em Londres, o diretor canadense disse: “Não há um roteiro brilhante por um amigo meu chamado autor de Bruce Wagner. Todos os seus livros são fantásticos. Tentei este script há cinco anos, mas eu não poderia te-lo  feito. De forma que é como Cosmopolis, é uma tarefa difícil. É esquisito, perturbador. Tem emoção, mas tem uma emoção estranha, como Cosmópolis. “É difícil fazer filmes difíceis. Quando você tem atores muito credíveis que trazem muita atenção como Viggo Mortensen e Robert Pattinson, você acha que seria fácil levantar 15 milhões de dólares, mas não é. “

Fonte | Tradução: Carol Scaranello