Mais uma vez, podemos ler uma crítica do site suite101 com referência as características adotadas por Stephenie Meyer para os vampiros da Saga Crepúsculo.

Crepúsculo tirou as presas dos vampiros?

Mesmo que não possam alimentar-se de humanos, transformar-se em morcegos, ou queimar ao sol, não significa que sejam menos ferozes. Eles ainda podem matar facilmente. A única diferença é a dedicação dos Cullens ao amor, a lealdade, e a preservação da vida humana. É isso que faz esses vampiros mais humanos que monstros. Sem as presas ou não, a historia de amor de Stephanie Meyer mostra que o amor não tem limites, e que a morte não fica no caminho, se tornando fácil qualquer pessoa se apaixonar por esse heterodoxo de Romeu e Julieta.

Leia o artigo na íntegra aqui.