‘Cosmópolis’ tem data de estreia para 10 de Agosto nos cinemas brasileiros. O filme, com direção de David Cronenberg baseado no livro de Don DeLillo, se passa quase inteiramente em uma limusine, com as treinadas câmeras diretamente sobre o personagem principal – Eric Packer, de Robert Pattinson. O que você precisa saber sobre o filme? Leia no artigo abaixo!

Isto é absolutamente Nada a Ver com Crepúsculo
Um ponto que preciso deixar claro: não existem vampiros (pelo menos, não no sentido literal), e não existem lobisomens neste filme. Esta é uma partida completa da série Crepúsculo, e é refrescante ver Pattinson assumir um papel léguas longe de Edward Cullen. O ator acredita, porém, que os fãs de Crepúsculo ainda irão encontrar coisas para gostar do filme. “Acho que os fãs [de Crepúsculo] vão gostar deste filme”, disse ele. “Eu gostei dos roteiros de Crepúsculo, pelas mesmas razões que amei esse roteiro. Eu realmente espero que eles o apreciem.”

Toronto se disfarça como New York City
A cidade em que o filme se passa pode ser parecida com Nova York e soar como Nova York, mas na verdade é Toronto. Esta não é a primeira vez que a metrópole canadense se dobrou para a Big Apple – é onde Psicopata Americano, O Incrível Hulk e todos os filmes de Academia de Polícia foram gravados, entre muitos outros – e certamente não será a última. É a camuflagem perfeita, e se você também não sabe muito sobre a cidade, o metrô funciona. Cronenberg não acha que importa, de qualquer maneira. “No romance, a limousine de Eric Packer cruza Manhattan de leste a oeste ao longo da 47th Street. A 47th Street parece muito com algumas ruas de Toronto. Criamos o espaço do filme unindo elementos originais de Nova Iorque com outros a partir de Toronto. Para mim, mesmo que o livro seja, sem dúvida, ambientado em Nova York, é uma Nova Iorque muito subjetiva. Estamos realmente na mente de Eric Packer. Eu pensei que fosse legítimo se contentar com uma visão mais abstrata, mesmo que seja realmente de Nova Iorque que você possa ver o desdobramento através das janelas do carro.” Continue lendo…