Cosmópolis deixou sua marca registrada no cinema. O longa metragem, mais uma vez, está entre os 25 melhores filmes de 2012, segundo o site Slant Magazine. Leia a seguir a tradução do artigo, destacando as características marcantes do filme, assim como de seu diretor David Cronenberg.

Não foi à toa que o filme Cosmópolis, do diretor David Cronenberg, passou a projetar um mundo estranho em que se percebe, quase que de maneira notória e clara, o reflexo das problemáticas da atualidade, que emergem diariamente por meio das notícias de jornais. O envoltório acerca da ocupação da “wall sreet” e as questões relacionadas ao capital globalizado parecem surgir como temas iminentemente atuais e se fazem presentes no filme.

O que invariavelmente se percebe nessa maravilhosa adaptação para o cinema do livro de “Don DeLillo”, é que se retratam os pesares humanos, a redução do ser humano a sua individualidade e egocentrismo, questões da alma humana desde os primórdios da humanidade, retratos de ansiedade, sob os vieses do elixir mortal pela busca incessante pelos privilégios, apatias sociais e o mundo das telecomunicações. Continue lendo …