As pessoas que tiveram a oportunidade de trabalhar em algum projeto com Robert Pattinson sempre lhe bajularam, mas esta vez o ator levou um elogio muito especial. Segundo Chris Weitz, o diretor de Lua Nova, Rob é raro:

“É um animal raro, mas não no mal sentido. Robert Pattinson prefere sentar-se na esquina de um bar a falar com seus amigos que ir a qualquer evento que implique tapete vermelho e entrevistas. Isso não costuma ser muito normal, por isso digo que é rarinho. Depois de trabalhar com ele em Lua Nova posso assegurar sem temor em me equivocar que não vimos nem uma décima parte do que ele pode chegar a fazer na tela. É jovem e está aprendendo, mas tem um talento especial e é capaz de transmitir muitas coisas com um olhar”, diz Weitz sobre Robert Pattinson.

Tradução: Deia Almeida