VOCÊ ESTÁ EM:

21
mai
2013
Carey Mulligan fala sobre ‘Hold on to Me’ e Robert para a Grazia Magazine
13:19

A atriz Carey Mulligan fala sobre Hold on to Me e sobre Robert Pattinson em recente entrevista para a Grazia Magazine.

E o projeto com Robert Pattinson ainda vai acontecer?
Sim, nós não desistimos ainda. Até agora não deu certo, mas o roteiro é fantástico e trabalhar com Rob seria muito divertido.

Via | Tradução: Denise Simino


19
mai
2013
Evolução de Estilo: Robert Pattinson
18:10

A revista Vogue de Portugal divulgou um artigo em seu site dando destaque a evolução de estilo nas roupas usadas por Robert Pattinson durante os eventos em que o ator participou. Leia a seguir o artigo e veja a galeria de fotos aqui.

Uma gestão de currículo bastante inteligente e um estilo que alterna entre o “não quero saber” e o arrojo que leva para a passadeira vermelha. Robert Pattinson é muito mais que uma fantasia adolescente.

Vê-lo de t-shirt, camisa axadrezada, jeans e wayfarers já é quase uma imagem icónica. A simplicidade com que o ator britânico encara o estilo pessoal é um reflexo da atitude introvertida que estimula ainda mais a curiosidade dos fãs. Como se fosse preciso. Teve uma participação na saga de Harry Potter, mas foi a sua interpretação de um vampiro “vegetariano” cuja pele brilha com o sol que o trouxe para a ribalta. Com uma das bases de admiradoras mais consistentes da História, Pattinson conseguiu, então, avançar para projetos que lhe punham à prova o talento. Água aos Elefantes, Bel Ami, Lembra-te de Mim e Cosmopolis foram os títulos que solidificaram uma carreira ainda fresca mas que ainda não conseguiram atenuar o efeito “Twilight”.

Da saga sanguínea ficam, no entanto, as aparições em estreias e photocalls, entrevistas e promoções, que servem como argumento irrefutável de que Robert, ao contrário do quotidiano, não pretende que os flashes lhe passem ao lado. Gucci, Dolce&Gabbana, Kenzo ou Burberry encabeçaram as escolhas de fatos que nunca se cingiram à vulgaridade com que o sexo masculino tantas vezes aborda o dress code. Bordeaux e verde, padrões e texturas foram os cartões de visita para um armário que não se limita aos rótulos que paparazzi e opinião pública insistem em criar. Antes, as sucessivas tiradas geniais de Pattinson valem-lhe um aplauso muito diferente: o do estilo.


16
mai
2013
Robert Pattinson completa 27 anos e se distancia da imagem de Edward Cullen
12:02

Ainda comemorando o aniversário de Robert Pattinson, o site Vírgula divulgou um artigo lembrando a carreira do ator. Leia a seguir:

Nascido em Londres em 1986, o ator Robert Pattinson completa hoje 27 anos de uma carreira que começou como modelo, passou por pequenas aparições em filmes, chegou à saga Harry Potter e atingiu uma popularidade enorme em Crepúsculo. O ator, no entanto, tem deixado claro o desejo de enveredar por novos caminhos.

Em 2004, Pattinson tinha 18 anos e fez uma ponta tão pequena em Feira das Vaidades, filme para a televisão com Reese Whiterspoon, que seu nome sequer foi creditado. Um ano depois, o moço ganhou holofotes ao conseguir o papel de Cedrico Diggory em Harry Potter e o Cálice de Fogo.

De lá para Crepúsculo foram três anos. Edward Cullen chegou em 2008 para marcar profundamente a trajetória profissional do ator inglês até o ano passado, quando a saga deu-se por encerrada.

A carreira voltada à franquia não impediu Pattinson de se aventurar em outros projetos. Um exemplo disso é o filme Poucas Cinzas – Salvador Dalí, de 2008, no qual no qual ele interpretou o pintor que dá nome ao longa e na trama mantém um romance com o escritor Federico García Lorca.

Para 2013, Pattinson está cheio de projetos a serem lançados nos cinemas. Além de The Rover, com estreia marcada para este ano, outros quatro filmes dos quais o ator participou estão sendo produzidos: Maps to the Stars, Hold on to Me, Queen of the Desert e Mission: Blacklist.

Fonte: Vírgula


27
abr
2013
Será que ‘The Rover’ será divulgado e exibido no 60º Festival de Filme de Sydney?!
18:50

Apesar do festival só se realizar no período entre 05 a 16 de Junho de 2013, foi encontrada uma ótima entrevista com a produtora de The Rover, Liz Watts, a qual fazia parte da divulgação gratuita do 60º Festival de Filme de Sydney, para celebrar o 60º aniversário do referido festival. Com isso, traz a dúvida se The Rover poderá participar desse festival. Leia a seguir a tradução das melhores e mais relevantes partes da entrevista, no trecho destinado a “Entrevista com os cineastas”:

“Os produtores e distribuidores só aceitarão convites para divulgarem seus filmes no festival acaso se assim fizerem, ajude ainda mais a aumentar a prospecção e perspectivas cinematográficas e em termos comerciais. Uma gama de aspectos são relevados e ponderados, inclusive, o fato do momento do festival se encaixar ou não com a melhor época do ano para o lançamento do filme. Por exemplo, houve discussões na época, sobre o filme “Reino Animal” (“Anima Kingdom”- de David Michôd- 2010), ter sido exibido no referido festival, conquanto o fato de que sua exibição no festival foi um tanto quanto tarde para aproveitar todo o furor que defluiu do festival de Sundance, o qual é um dos maiores e mais importantes festivais no calendário, repercutindo em todo o mundo. Contudo, no final das contas, o filme “Reino Animal” acabou sendo lançado nos cinemas australianos enquanto ocorria o Festival de Filmes de Sydney.

‘Em verdade, foi como uma nova experiência pareceu que deu certo, pelo menos’, disse a atriz Liz Watts. Apenas o tempo poderá dizer se o mais novo filme do diretor David Michôd, o ‘The Rover’, será ou não, exibido no festival. Quando a atriz Liz Watts deu esta entrevista, ela estava pronta para viajar para a parte mais remota do Sul da Austrália para proceder para com as filmagens do filme, gravações as quais estavam previstas para terminarem no máximo ao final de Março de 2013. O galã da saga “Crepúsculo”, Robert Pattinson, e o ator australiano, Guy Pearce, estrelam no filme como, respectivamente, um homem abalado inexoravelmente pela perseguição implacável das pessoas que roubaram o seu carro, e o irmão mais novo de um dos ladrões (Robert Pattinson).

A divulgação de um filme em um festival, nem sempre se adequá as necessidades de um filme; pois que, pode fazer com que se passe uma mensagem para os cinéfilo (especialista em cinema, filmes) de que o filme não é de grande apelo e repercussão – apesar de que para a atriz Liz Watts, isso se aplicaria mais aos filmes internacionais do que aos locais, quando se trata dos principais festivais da Austrália. Em outras palavras, o forte nível de interesse nos filmes australianos geralmente faz com que se acabe por dissipar todas essas preocupações.”.

Sabemos que isso é uma ilusão, vez que o prazo é muito apertado para que o filme esteja no festival desse ano, mas eu queria saber se o filme de David Michôd desencadearia lá. Espero que eles não estejam falando do festival de 2014!

Fonte | Tradução: Carol Almeida


27
abr
2013
Stephenie Meyer fala sobre como foi seu encontro com o Robert pela primeira vez
15:50

Em recente entrevista, a autora dos livros da Saga Crepúsculo, Stephenie Meyer, fala sobre como foi seu encontro com o Robert Pattinson pela primeira vez e como debateram como Edward se sentia em várias cenas. Leia a seguir:

Inicialmente pedimos à Stephenie para se lembrar um pouco sobre suas lembranças com o elenco de “Crepúsculo”.

“A primeira coisa que me recordo foi de quando eu fui visitar o set de filmagens e todos haviam saído para jantar”, disse ela. “Eu ainda não tinha conhecido ninguém do elenco. Eles estavam retornando do jantar e estavam um pouco atrasados. Eles tinham acabado de enfrentar uma sessão de fotos em que todos estavam usando as roupas de seus personagens, maquiagem,… e tudo mais. Então, a primeira vez que os conheci eles estavam todos caracterizados como meus amigos imaginários que eu tinha criado nos livros. Com certeza isso não é algo com que você se depare todo dia.”

(…)

Stephenie riu muito quando relembrou o primeiro encontro dela com o Robert Pattinson. “Quando nós nos conhecemos, nós almoçamos juntos [e] falamos sobre o script do filme. Nós nos sentamos e debatemos um pouco por cerca de uma hora e meia sobre o personagem, Edward. E ele estava convicto de que eu estava errada [em relação a alguns aspectos]. Eu ficava dizendo a ele, ‘É assim como Edward se sente… ’. E ele dizia ‘Não, é assim como ele se sente aqui’. Nós ficamos indo e voltando no mesmo assunto. Foi algo hilário, mas nos divertimos muito.”

Fonte | Tradução: Carol Almeida


27
abr
2013
Leslie Mann menciona Robert durante o Q&A sobre seu próximo filme
14:41

A atriz Leslie Mann mencionou Robert Pattinson durante o Q&A sobre seu próximo filme, This Is 40, que saiu em DVD e Blu-ray. Leia a seguir a tradução do trecho no qual ela cita o ator.

Você poderia dizer com quais atores contracenará no próximo filme do Judd? Você vai ter alguém de “Crepúsculo” como seu par romântico?
Sim, eu tenho uma grande ideia para mim e R-Patz! Nós estamos saindo e… (risos). Tudo ainda está sendo discutido, mas não, eu não vou ter nenhum tipo de cena romântica com Robert Pattinson. Mesmo que eu ache ele muito bonito. Isso seria nojento.

Fonte | Tradução: Denise Simino


23
abr
2013
5 fatos curiosos sobre Robert Pattinson em ‘Maps to The Stars’
16:53

O novo filme de David Cronenberg contará, de novo, com a participação de Robert Pattinson. Entitulado ‘Maps to The Stars’, o novo projeto já conta com outros grandes nomes como Julianne Moore, John Cusack, e Sarah Gadon, e a produção começa em Julho deste ano!

Robert Pattinson está passando por um período de transição entre ser a eterna estrela queridinha da Saga “Crepúsculo” e o galã das adolescentes, para se tornar um ator que se arrisca em novas empreitadas e que constantemente tem alavancado críticas acamadas em Hollywood.

O seu recente trabalho com o diretor canadense, David Cronenberg, têm muito a ver com sua crescente e emergente reputação no cenário cinematográfico, como um dos mais procurados jovens atores de Hollywood. Então o que podemos esperar de próximos trabalhos entre Pattinson e Cronenberg? Que tal uma comédia absurda que ironiza a vida em Hollywood?! Aqui temos 5 coisas que você ainda não sabe sobre Robert Pattinson e o diretor de “Maps to The Stars”.

1. Maps To The Stars é a primeira grande comédia do ator… E tem um lado obscuro.
Quando conversamos com o produtor Martin Katz — que trabalhou com Cronenberg e Pattinson em Cosmópolis – no início deste ano, ele descreveu que o “Mpas to the Stars” é uma “comédia absurda”, o que fará com que alavanque anda mais a carreira de Pattinson , que já se sente pronto para estrear uma comédia Hollywoodiana. “Este é meu 4º trabalho em colaboração com o diretor David Cronenberg , e se chama ‘Maps to the Stars’”, disse o produtor Martin Katz para o site da Real Style, o www.realstylenetwork.com.

“É uma comédia absurda acerca dos negócios no mundo do entretenimento. Esperamos que consigamos trabalhar com outros atores com os quais já havíamos trabalhado antes, incluindo o Robert Pattinson.”

2. “Maps to the Stars” zomba o universo Hollywoodiano.
 Maps to the Stars” será retrato bastante revelador de Hollywood, com as estrelas do nosso filme interpretando personagens que são agentes, atores e diretores. Isso mesmo. Robert Pattinson provavelmente irritará muitos por zombar do mundo cinematográfico, o que provavelmente evidenciará o “Maps to the Stars” como sendo uma das comédias mais obscuras de 2014. Basta pensar no fime “Entourage: Fama e Amizade” com uma repaginada feita por um dos mais vangloriados diretores canadenses, David Croneneberg.

3. Robert Pattinson provavelmente terá muitos atores de peso como seus colegas de elenco em “Maps to the Stars”.
Apesar de Robert Pattinson ser a única estrela oficialmente listada para fazer parte do filme, um dos atores queridinhos de Cronnenberg, o Viggo Mortensen, poderá também estar presente no filme. Viggo Mortensen, já trabalhou em algumas produções de respaldo do diretor Cronnenberg, como “Marcas da Violência”, “Senhores do Crime” e “Um método perigoso”.

A senhora “James Bond”, a atriz Rachel Weisz, também marcará presença no longa. Isso significa que Robert Pattinson vai estar em boa companhia.

4. O ator de “Maps to the Stars”, Robert Pattinson, faz parte do círculo íntimo de amizades do Diretor Cronnenberg.
Ao assinar o contrato para o filme “Maps to the Stars”, fez confirmar algo que já era notável, ele é oficialmente um membro do círculo íntimo de David Cronenberg. Cronenberg é famoso por colaborar inúmeras vezes com os seus atores prediletos, incluindo nessa lista os atores Viggo Mortensen, Jeremy Irons, Vincent Cassel, e a atual garota propaganda da “Real Style”, a atriz Sarah Gadon. Esta última já trabalhou em Cosmópolis com Robert e estreou o longa “Um Método Perigoso”. Quando falamos com a atriz, para que fizesse a capa da nossa edição da Primavera de 2013, ela falou muito a respeito do Pattinson. Quando mencionamos que trabalhar com Cronenberg provavelmente fez com que aumentasse a credibilidade do trabalho de Pattinson em Hollywood, ela simplesmente respondeu: “Agora ele está trabalhando com o diretor Wener Herzog”. Nada mal, em Rob?! Pattinson vai estrelar o filme do diretor, o “Queen of the Desert”, ao lado de Jude Law e Naomi Watts, no filme sobre a vida de Gertrude Bell – um arqueólogo, explorador, cartógrafo e político do Império Britânico no final do século 19 e início do século 20.

5. Cronnenberg deixará a cidade de Toronto, para filmar “Maps to the stars” com Robert Pattinson.

Embora Cronnenberg grave muitos de seus filmes, como o estrelado por Robert Pattinson “Cosmópolis”, em sua cidade natal, Toronto, Canadá, “Maps to the Stars”, foi praticamente filmado em quase sua totatlidade, na cidade de Los Angeles. O que faz mais sentido, haja vista que a história do filme é sobre Hollywood.

Fonte | Tradução: Carol Almeida


Página 2 de 24712345678...203040...Última »