Alan Cappelli, dublê de Robert Pattinson em Lua Nova, foi entrevistado pela revista Vanity Fair italiana. Ele falou sobre suas experiências no set de Montepulciano, sobre como obteve o papel e de seu relacionamento com Robert.

Por outro lado tinha um papel em Lua Nova: Como chegou até lá? Um amigo me disse que estavam buscando figurantes, e fui para ver como faziam um filme norte-americano. Mas começaram tirando minhas medidas, me fizeram tirar a camisa e me disseram que seria o dublê de Pattinson.

Em que partes foi seu dublê? Nos detalhes dos pés, e para algumas fotografias. Além disso, o substitua nas provas da luz para todas as cenas, enquanto ele ainda estava na maquiagem, e carregando nos braços Stewart. Temos a mesma altura física e a mesma largura. Mas ela é muito pequena, muito bonita.

Falou com ele? Pouco. Os diretores me disseram que o deixasse em paz. Pattinson tinha uma grande quantidade de stress pelo fanatismo, não tirei fotos com ninguém, tinha garotas que vieram do Japão a propósito para o ver ali .

Elas te pediram autógrafos? Sim, porque pediam. Mas queriam que assinasse como Robert Pattinson.

Fonte | Tradução: Deia Almeida